Piloto da F1 de 17 anos disse que treinou no PlayStation antes de correr

Por Redação | 06.10.2014 às 12:45

Neste final de semana, Max Verstappen, de apenas 17 anos, entrou para a história da categoria máxima do automobilismo mundial ao ser o mais jovem piloto a competir oficialmente na Fórmula 1. O piloto holandês participou do treino livre do GP do Japão pela Scuderia Toro Rosso e afirmou que não se sentiu nem um pouco assustado.

Além de ter sido observado de perto desde pequeno por vários mandatários da categoria, Verstappen afirmou à imprensa que se adaptou à F1 "treinando" no PlayStation.

"Acho que a geração mais jovem cresce com isso, com botões (do volante), com essas coisas todas que você joga tantas vezes no PlayStation. Então, você vê os botões – eles estão todos ali – e você se sente ali pela primeira vez", afirmou o jovem, que será titular da equipe em 2015.

Ainda em 2013, o jovem deixou o kart para começar sua ascensão meteórica. Neste ano disputa a Fórmula 3 Europeia, categoria que é considerada muito precoce antes da chegada à F1, já que a maioria dos pilotos passam pela GP2 ou pela World Series by Renault.

"Acho que não posso reclamar", declarou o rapaz, que é filho do também piloto Jos Verstappen, após o problema de motor que sofreu no decorrer da sessão. "Eu não estava nem perto do meu limite. Pilotei de maneira segura, sem fazer loucuras. Para mim, o mais importante era dar voltas, me acostumar ao carro, me acostumar à pista – porque não é uma pista fácil. Mas, sim, quando eu vi o tempo na tela, fiquei feliz", acrescentou.

Game Fórmula 1

Verstappen disse ainda que a adaptação à Fórmula 1 é complicada, independentemente de qual seja a idade. "Acho que um carro de F1 nunca é fácil de pilotar. Pelo menos, não é fácil para mim", argumentou. "O maior desafio foi me acostumar ao carro. É um pouco diferente do carro de 2012 (usado no teste de setembro). Os sistemas, os botões no volante… Foi novo para mim também, mas acho que foi tudo bem".

A escolha do jovem piloto para ser titular de uma equipe na Fórmula 1 causou uma avalanche de críticas por parte da imprensa especializada e de alguns pilotos, que colocaram em discussão a capacidade e a pouca experiência do holandês. O campeão Jacques Villeneuve foi um dos mais enfáticos críticos dos 'meninos' na F1. "Hoje, no entanto, olha esses pilotos, são meninos. As pessoas pensam consigo 'Ah, eu posso jogar PlayStation então posso pilotar um F1", declarou.

O programa de pilotos da Red Bull é conhecido por promover jovens pilotos para a Fórmula 1. Sebastian Vettel, tetracampeão mundial, é uma das principais referências dos jovens que também já tiveram sua chance na categoria. Jaime Alguersuari também estreou muito cedo na categoria, assim como o atual piloto da Toro Rosso, que irá para a Red Bull no próximo ano, Daniil Kvyat. O russo estreou na categoria com apenas 19 anos.

Os games de simulação têm se tornado cada vez mais reais e sido utilizados por diversos pilotos nos últimos anos. Em 2004, o austríaco Christian Klien foi um dos primeiros a afirmar que treinava no PlayStation antes das corridas. Atualmente, a adesão dos simuladores para treinamento aumentou muito depois das restrições impostas pela FIA referentes aos testes e cortes de gastos da Fórmula 1.

Fonte: http://esporte.uol.com.br/f1/ultimas-noticias/2014/10/03/adaptado-por-playstation-verstappen-diz-que-evitou-loucuras-em-estreia.htm