Mensagem codificada da 2ª Guerra é encontrada em restos mortais de pombo-correio

Por Redação | 21 de Novembro de 2012 às 07h00
photo_camera Repertório Criativo

Agentes da inteligência britânica tentam decifrar uma mensagem codificada encontrada junto a restos mortais de um pombo-correio utilizado na Segunda Guerra Mundial. Os ossos do animal foram encontrados na chaminé de uma casa em 1982, quando o seu proprietário, David Martin, decidiu restaurar o telhado.

"Eu comecei a encontrar pedaços de um pombo morto. Nós pensávamos que poderia ser um pombo de corrida, até avistarmos uma cápsula vermelha", afirmou Martin aos repórteres na época da descoberta. O pequeno cilindro vermelho continha uma mensagem criptografada.

A mensagem, que está quase completamente apagada, é considerada muito sensível e importante, já que especialistas do Quartel General de Comunicações do Reino Unido procuram decifrá-la freneticamente. A ave foi nomeada de 40TW194, número encontrado em um anel de alumínio preso em sua pata, onde os dois primeiros algarismos indicam o ano de nascimento do pombo, no caso, 1940.

Especialistas afirmam que a mensagem deve ter sido enviada da França dominada pelos nazistas no dia 6 de junho de 1944, historicamente conhecido como o Dia D. Devido ao apagão do sistema de rádio, pombos-correio foram enviados aos membros das forças Aliadas sobre a retomada da costa inglesa, e os animais foram utilizados em larga escala durante a Guerra Mundial com mais de 25 mil aves tendo sido treinadas para o serviço de correio.

Mensagem codificada pombo-correio 2ª Guerra

Reprodução: Discovery News

Ao todo, 32 aves foram condecoradas com a Medalha Dickin pelos serviços prestados durante o período turbulento, a mais alta condecoração possível a um animal na Grã-Bretanha.

Sobre a morte do pombo, especialistas acreditam que ele pode ter se perdido ou se desorientado pelas más condições climáticas, ou ainda estava muito exausto depois de percorrer milhares de quilômetros e pode ter tentado descansar no alto da chaminé, onde foi sufocado pela fumaça. Ainda imagina-se que ele foi destinado ao Bletchey Park, a 128 quilômetros de distância da casa de Martin, onde decifradores trabalhavam sem parar para decifrar algumas mensagens dos nazistas.

"A mensagem encontrada por Martin deve ser altamente secreta. Temos mais de 30 mensagens de pombos-correio da Segunda Guerra Mundial expostos, mas nenhum deles está codificado", afirmou ao Discovery News Colin Hill, curador do material exposto em Bletchey Park. "Sabemos que é um pombo das forças Aliadas por causa da cápsula vermelha que estava carregando, mas isso é tudo que sabemos".

Além disso, acredita-se que a mensagem se destinava ao Comando do Corpo de Bombeiros, enquanto a assinatura do remetente na parte inferior da mensagem diz "Serjeant W Stot". Por enquanto, ainda há muito mistério acerca da mensagem que o pombo-correio carregava.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.