Hotel em cabines: compacto e luxuoso, novidade faz sucesso no Japão

Por Redação | 28.08.2012 às 09:50

O Japão é conhecido por criar instalações inovadoras e muitas vezes compactas. Um exemplo disso são os hotéis da franquia First Cabin.

O primeiro modelo surgiu em 2009, quando o dono de um antigo edifício da cidade de Osaka resolveu tirar o máximo proveito do espaço que possuía. Hoje os "hotéis cabine" estão presentes também na cidade de Kioto e no Aeroporto de Haneda, em Tóquio.

A ideia nos remete a cabines de avião luxuosas, com espaço reduzido, porém sem deixar a comodidade de lado. O cliente pode escolher entre dois tipos diferentes de quartos, os chamados First Class (primeira classe), que possuem 4,2 metros quadrados, ou os Business Class (Classe Executiva), de 2,5 metros quadrados.

As portas foram trocadas por persianas, para economizar ainda mais espaço, e mesmo com alguns clientes reclamando do fato de ouvirem todos os ruídos do quarto ao lado, a rede de hotéis está se tornando um sucesso.

O hotel de Osaka possui 111 cabines, e normalmente 85% delas estão ocupadas. Já o que fica localizado na cidade de Kioto possui 121 quartos e uma ocupação média de 70%. O movimento do aeroporto de Tóquio ajuda a manter 90% das 130 cabines ocupadas na maior parte do tempo. As tarifas variam de 4800 a 5900 ienes (de R$ 120 a R$ 150).

Homens e mulheres são acomodados em áreas diferentes do hotel, porém, ambos possuem espaços comuns com instalações luxuosas, que incluem sauna, um salão e banheiros com chuveiros. Televisão, rádio, serviço de internet e produtos de penteadeira (xampu, cosméticos e etc) não faltam nos pequenos quartos.

O grupo tem planos de expandir a rede de hotéis para outros lugares fora do Japão. Você gostaria de se hospedar em um deles?

Hotel Cabine

Foto: Divulgação