Garotinha inventa nave que pode viajar para outra galáxia

Por Redação | 30.04.2014 às 08:40

Quando os mais renomados cientistas falham em encontrar o que seria relativamente óbvio, onde podem estar as grandes respostas? Neste caso, em um projeto de uma criança simplesmente preocupada com a sobrevivência da vida na Terra. A notícia correu o mundo e foi divulgada pelo site brasileiro do The History Channel.

Ao acompanhar o noticiário sobre a possibilidade da Terra estar com os dias contados, Ekaterina Trúsheva, de 13 anos, decidiu pôr a mão na massa e criar uma alternativa para o caso de precisarmos todos deixar o planeta.

O grande trunfo da ideia está na utilização do combustível: ao invés de fonte energética que reduza a massa pra aumentar a velocidade, a alimentação da nave espacial vem diretamente do próprio espaço, que é composto de 70% de hidrogênio.

ekaterina

Em seguida, ela propôs uma hélice de unifluxo termonuclear e outra de unifluxo fotônico, capazes de impulsionar sua nave até Alpha Centauri em 42 anos. As atuais levariam até 50 mil anos para chegar ao mesmo destino.

A nave "Terra" teria capacidade para 500 pessoas, que viveriam de alimentos sintéticos ou cultivados sem a necessidade de agricultura. O projeto fez tanto sucesso que o diretor do Instituto Internacional de Educação da Alemanha, Ralf Heckel, escolheu a jovem para fazer parte da competição de construção de astro móveis para a exploração humana da NASA.

Fonte: http://noticias.seuhistory.com/garota-russa-de-13-anos-inventa-primeira-nave-capaz-de-viajar-para-outra-galaxia