Empresa processa cliente que fez comentários negativos a seu respeito em um site

Por Redação | 11.12.2012 às 07:05

Jane Perez, uma moradora de Virgínia (Estados Unidos) escreveu uma resenha negativa sobre a empresa norte-americana Dietz Development no site Yelp e acabou sendo processada. Agora ela deve pagar US$ 750 mil à empresa.

O Yelp é um site onde os usuários podem ler ou escrever avaliações sobre empresas em suas localidades, mas o pessoal da Dietz achou que Jane foi longe demais no conteúdo de seus comentários.

Segundo informações do Daily Mail, a declaração foi feita após um trabalho realizado por um empreiteiro da companhia em sua casa. A mulher acusou a empresa de danificar sua residência, invadi-la e ainda roubar joias.

Yelp

Christopher Dietz, o proprietário da empresa, resolveu processar a cliente depois da repercussão que o seu comentário teve na web. "Os requerentes foram prejudicados por estas declarações, incluindo oportunidades de trabalho perdidas, insulto, sofrimento mental, ficando em uma situação de medo, ansiedade e danos à sua reputação", diz a acusação.

A empresa alega que as acusações não são verdadeiras e que já perdeu dinheiro devido ao comentário de Jane no Yelp, afinal muitos clientes fugiram da empresa quando procuraram referências na internet e se deparam com o conteúdo postado.

"O impacto tem sido terrível. Não há ninguém para proteger as empresas quando as pessoas procuram pelo seu nome", disse o proprietário. Na última quarta-feira (05), o juiz Thomas FortKort concedeu liminar a favor da Dietz e ordenou uma revisão e alteradação de seu texto, na parte em que fala sobre a "falta de joias".

Uma investigação feita pela polícia não encontrou nenhuma ligação entre as joias desaparecidas e a companhia Dietz. Curiosamente, Perez e Dietz, o dono da empresa, eram colegas de classe na época de escola. Coincidência ou talvez vingança?