Computador mais antigo do mundo digital volta a funcionar em Museu

Por Redação | 22 de Novembro de 2012 às 09h50

Pesquisadores ingleses decidiram colocar o computador mais velho do mundo digital para funcionar novamente. O WITCH (Wolverhampton Instrument of Teaching Computing from Harwell) encerrou suas atividades em 1973, mas será restaurado e reinicializado em sua nova residência, o Museu Nacional da Computação de Buckinghamshire, na Inglaterra. "Em 1951, o Harwell Dekatron era um entre uma dúzia de computadores espalhados pelo mundo, e desde então tem levado uma vida encantadora sobrevivendo intacto enquanto seus contemporâneos foram reciclados ou destruídos", afirmou em nota oficial Kevin Murrell, curador do museu.

Quando fez sua estreia, o computador foi usado para armazenar dados de pesquisas atômicas. O equipamento era alimentado por centenas de tubos Dekatron cheios de gás e pela linha de telefones local, e era capaz de armazenar apenas um dígito em sua memória. Além disso, um rolo de papel era usado tanto na entrada como na saída de dados da máquina.

Computador WITCH

Reprodução: CNET

A máquina, com mais de três toneladas, foi desenvolvida para ser confiável e não veloz, algo que prezamos muito hoje em dia. Na época, o WITCH deveria resolver um cálculo com precisão na mesma velocidade que um matemático usando uma calculadora manual.

No entanto, o equipamento não é o dispositivo de cálculo mais antigo do mundo, mas é o primeiro computador moderno a continuar em funcionamento.

Veja, no vídeo abaixo, o "simples" boot dessa máquina!

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.