Cientistas afirmam ter criado um computador que nunca falha

Por Redação | 18 de Fevereiro de 2013 às 06h05

Cientistas da University College of London (UCL) dizem ter construído um computador que nunca falha. A teoria parte do princípio de que a partir do caos, vem a ordem. Logo, um computador que imita a aparente aleatoriedade encontrada na natureza pode ser capaz de se recuperar instantaneamente de falhas ao reparar dados corrompidos.

Segundo o artigo publicado na 'New Scientist', a máquina foi apelidada de computador "sistêmico" e seu poder de autorreparação pode manter sistemas com missões críticas funcionando. Uma das aplicações pode ser para criar modelos mais realistas do cérebro humano, algo que já está sendo trabalhado.

Leia também: Supercomputador vai simular o funcionamento do cérebro humano

De acordo com os estudos, os computadores são inadequados à moldagem de processos naturais porque executam uma instrução de cada vez. "A natureza não é assim. Seus processos são distribuídos, descentralizados e probabilísticos. E eles são tolerantes a falhas, capazes de curar-se. Um computador deve ser capaz de fazer isso", diz Peter Bentley, um dos cientistas envolvidos no projeto.

A revista explica que, fundamentalmente, o computador sistêmico contém várias cópias de suas instruções distribuídas em seus muitos sistemas, por isso, se um sistema é corrompido o computador pode acessar outra cópia limpa para reparar o seu próprio código.

E ao contrário dos sistemas operacionais convencionais que falham quando eles não podem acessar uma parte da memória, o computador sistêmico continua independentemente porque cada sistema carrega sua própria memória. Agora os pesquisadores estão trabalhando para ensinar o computador a reescrever o seu próprio código, em resposta a mudanças no seu ambiente, através da aprendizagem da máquina.

Quem aí não gostaria de ter um computador que nunca falhasse?

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.