Adolescente propõe aos EUA plano pra economizar US$ 400 milhões

Por Redação | 31.03.2014 às 19:37

O projeto de um adolescente de 14 anos surpreendeu os Estados Unidos, com uma proposta baseada em uma mudança simples e uma pesquisa muito bem elaborada, que pode economizar mais de US$ 400 milhões dos cofres públicos norte-americanos.

Tudo começou quando Suvir Mirchandani começou a pensar em maneiras de cortar gastos de sua escola, a Dorseyville Middle School, nas proximidades de Pittsburg.

Quando percebeu que vinha recebendo mais folhetos do que no primário, Suvir então iniciou a busca por formas de minimizar a constante perda de papel e tinta com a impressão de tais memorandos.

E ele notou então a grande questão do problema: reduzir o uso de papel ao imprimir em suas duas faces já é algo sabido por todos, porém, como economizar a tinta, que é muito mais cara?

De acordo com seus levantamentos, a tinta de impressão é duas vezes mais cara que o mais salgado perfume francês. A CNN pesquisou e concluiu que o jovem tem razão: enquanto 29,5 mililitros de um Chanel No. 5 saem por US$ 38, o equivalente no líquido para impressoras Hewlett-Packard custa US$ 75.

Suvir 4

O projeto de Suvir seguiu então contabilizando as letras mais utilizadas nos comunicados norte-americanos. O adolescente então, levantou quais fontes – entre Garamond, Times New Roman, Century Gothic e Comic Sans – utilizam mais tinta.

Depois de uma análise mais aprofundada, Suvir chegou à conclusão: se sua escola utilizasse a fonte Garamond em contornos finos, a redução do consumo de tinta poderia cair 24% e economizar US$ 21 mil da instituição.

O projeto empolgou seu professor, que encaminhou o estudo de Suvir ao prestigiado Journal for Emerging Investigators (JEI), publicação criada por alunos da Harvard em 2011 e que serve de referência e forum de trabalho com alunos do ensino médio e superior.

Como resposta ao projeto, o JEI sugeriu então a Suvir uma tarefa mais ampla: a de levar esse projeto ao âmbito federal, que gasta anualmente US$ 1,8 bilhões em impressões.

O próximo passo de Suvir foi coletar informações sobre os serviços gerais administrativos do governo estadunidense. Os dados revelaram que o projeto do estudante poderia economizar até 30% dos atuais US$ 467 milhões gastos anualmente.

O governo norte-americano parabenizou Suvir pelo impressionante projeto e disse que está fazendo cortes e imprimindo menos por dia. Ainda não se sabe se muitos vão aderir à proposta do adolescente – e ela se estende a todos, inclusive nos lares. O importante é que Suvir deu a todos uma simples solução para um grande problema.

Fonte: http://edition.cnn.com/2014/03/27/living/student-money-saving-typeface-garamond-schools/index.html