Quadrilha de hackers que roubou mais de US$ 50 milhões em bitcoins é exposta

Por Ares Saturno | 21 de Fevereiro de 2018 às 08h29

Um grupo de hackers ucranianos, que ganhou o nome de Coinhoarder, roubou mais de US$ 50 milhões em bitcoins durante os últimos três anos sem medo de serem pegos.

Os coinhoarders utilizavam anúncios maliciosos no Google Adwords para atrair internautas de determinado perfil e os redirecionar a cópias do site Blockchain que, a primeira vista, eram idênticos ao original. A artimanha era tão bem arquitetada que o sites tinham até certificado de segurança HTTPS e endereços semelhantes, como "blockchaín.info", graças a um recurso que permite o uso de acentuação gráfica nos endereços web.

O perfil das vítimas era bastante restrito e se limitava a investidores provenientes do continente africano. Devido à inacessibilidade dos bancos da África e a instabilidade das economias dos países da região, há uma maior adesão às transferências por bitcoins.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os usuários eram redirecionados pelo Google Adwords para o site falso e então, acreditando estar em um ambiente seguro, digitavam suas chaves de segurança, dando acesso ao grupo de hackers às quantias mantidas em suas carteiras de bitcoins.

O lucro estimado do grupo é de US$ 50 milhões, pouco mais de R$ 160 milhões, em conversão direta. Apesar de os sites e anúncios terem sido retirados do ar, nenhuma prisão foi efetivada até o momento.

Fonte: Fortune

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.