Para CEO da Siemens, Bitcoins são a maior ferramenta para lavagem de dinheiro

Por Redação | 31 de Janeiro de 2018 às 13h38
MarTech Today

“A maior ferramenta de lavagem de dinheiro na internet”. Foi assim que o CEO da Siemens, Joe Kaeser, se referiu ao Bitcoin. Falando no palco de uma conferência promovida pela própria empresa, na Alemanha, o executivo foi taxativo quando ao caráter das moedas no mercado atual. Ao mesmo tempo, entretanto, não poupou comentários ao falar que a arquitetura por trás do criptodinheiro traz oportunidades gigantescas.

Esse foi um dos tópicos abordados durante uma rodada de perguntas e respostas no Siemens Innovation Day, evento realizado no final do ano em Munique, na Alemanha. Quando perguntados sobre a utilização da tecnologia em seus processos internos, Roland Busch, CTO da companhia, não poupou comentários, enquanto seu chefe direto, ao final da fala, fez questão de afirmar que é preciso separar “facilitador” e “resultado”.

De acordo com o executivo responsável pela área de tecnologia, a Siemens já possui diferentes projetos pilotos em andamento, utilizando blockchains para diferentes finalidades. Um dos mais promissores, funcionando nos Estados Unidos, é usado na indústria energética para troca de produção entre usinas e clientes, tornando o segmento mais conectado e sustentável.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Outras ideias do tipo estão sendo aplicadas ou estudadas pela empresa, principalmente, em suas áreas de logística e automação. Entretanto, para Busch, essa é uma aplicação que deve acontecer em fases, com um estudo de modelo de negócios chegando primeiro em relação à aplicação prática da tecnologia, de forma que ela sirva aos fins desejados pela companhia.

Foi aí que Kaeser também teceu seus comentários, afirmando que muita gente, mesmo dentro da indústria, confunde o sistema com as moedas em si. Enquanto os Bitcoins, para ele, são uma ferramenta de lavagem de dinheiro, o Blockchain é uma ferramenta valiosa, principalmente, devido a seus sistemas de validação e documentação descentralizada.

Por isso mesmo, é esse um dos grandes focos da companhia para os próximos anos. Complementando a fala do CTO, Kaeser disse que a ideia é estudar aplicações do Blockchain em diversos setores de atuação da companhia, como robótica, simulações, análise de dados e segurança digital. Esse, inclusive, deve ser seu grande motor de crescimento, ao contrário das concorrentes, que ampliam sua presença com aquisições e fusões.

Em 2017, foi US$ 1,5 bilhão de dólares investido na área de pesquisa e desenvolvimento, justamente, com foco nos setores promissores. Isso acompanha o crescimento de 20% no segmento digital da Siemens, com suas áreas de serviços e softwares apresentando desempenho estelar. Para o futuro, afirma o CEO, a ideia é continuar fomentando esse ambiente de inovação e novos modelos de negócio.

Fonte: Siemens (Roland Busch / Periscope)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.