Cotação do Bitcoin cai e a moeda tem seu pior resultado nos últimos cinco meses

Por Fidel Forato | 23 de Outubro de 2019 às 21h40
Depositphotos

Após algumas semanas de estabilidade na faixa dos US$ 8.000, a criptomoeda teve uma baixa significativa em sua cotação nesta quarta-feira (23). O Bitcoin voltou para a casa dos US$ 7.500, terminando em US$ 7.418, o menor valor registrado desde junho.

Essa queda abrupta derrubou em 9% o valor do Bitcoin e simboliza um enfraquecimento do mercado de criptomoedas.

Analistas afirmam que esse movimento possivelmente tenha desencadeado uma tendência de baixa a médio prazo na moeda virtual. A Trading Room, popular grupo de analistas, explicou em um tweet, antes da queda de hoje, que, caso as cotações continuassem a cair, esse movimento poderia sinalizar perdas significativamente maiores no futuro.

Mercado das Criptomoedas

A maneira como o Bitcoin e os mercados de criptomoedas, que na totalidade sofreram mais baixas (como a queda da Ethereum), vão responder a esse movimento poderá fornecer informações valiosas sobre onde essas cotações irão parar nos próximos meses.

É um momento delicado para as criptomoedas em meio as discussões sobre a Libra, desenvolvida pelo Facebook. Nesta quarta (23), o CEO da gigante de tecnologia participou de uma sessão no Congresso dos EUA para tratar dos planos da companhia sobre o desenvolvimento de seu próprio ativo digital. Os legisladores questionaram Mark Zuckerberg, entre outros temas, sobre o grau de confiabilidade da empresa para lidar com dados financeiros, sua posição sobre a liberdade de expressão e o porquê de o Facebook desenvolver uma moeda digital.

Nos últimos dias, importantes companhias deixaram o projeto de criação da Libra por conta da pressão de congressistas americanos contra a nova moeda virtual, incluindo nomes como Visa, MasterCard e eBay.

Fonte: News BTC; Markets Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.