Após anúncio do Libra, bitcoin sobe 20% e volta à marca de US$ 10 mil

Por Wagner Wakka | 24 de Junho de 2019 às 14h10
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

O bitcoin bateu novamente a marca de US$ 10 mil (R$ 38,2 mil) depois de um ano de quedas em 2018. A cotação da criptomoeda está em alta nesta segunda-feira (24) e bateu uma marca inalcançada há mais de um ano. A última vez que o preço passou da dezena de milhar de dólares foi em março de 2018.

A cotação da moeda, segundo levantamento do CoinMarketCap ultrapassou a marca no sábado, chegando a bater US$ 11 mil. No momento, a moeda é cotada a próximo de US$ 10,9 mil, equivalente a aproximadamente R$ 41 mil.

Apesar do aumento significativo, os números ainda são metade dos US$ 20 mil que a moeda bateu em janeiro do ano passado, quando vivia seu melhor momento já registrado. A justificativa de analistas é de que há maior interesse do mercado novamente pela moeda, bem como pelas tecnologias em torno do blockchain.

G'rafico mostra pico e atual cotação do bitcoin no mercado (Foto: Captura/CoinMarketCap) 

Outro reforço pode ser a entrada do Facebook no setor. A rede social anunciou a criação do Libra, criptomoeda voltada a mercados emergentes e desbancarizados. A proposta é de que a moeda chegue ao mercado no início de 2020. Junto do Facebook, empresas de bandeiras de cartão de crédito e outros bancos também estão por trás do Libra.

Este pode ser o principal motivador da alta da moeda. Desde o início da cobertura da nova moeda, o mercado de bitcoin já valorizou em 20%, colocando esta como a maior alta do ano.

O preço pode não se sustentar tanto após anúncios de governos como o dos Estados Unidos e União Europeia, que já demonstram preocupações sobre o Libra. No país americano, já se fala em segurar o lançamento até uma auditoria do estado.

Em contrapartida, o Facebook defende que está tomando as devidas precauções e se prontificou a trabalhar para tirar dúvidas de congressistas.

Fonte: CoinMarketCap

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.