Sony está buscando solução para cross-play entre PS4 e outros consoles

Por Felipe Demartini | 28 de Junho de 2018 às 11h56
Tudo sobre

Sony

A Sony voltou a falar sobre a polêmica relacionada à falta de cross-play entre o PS4 e outros consoles de mesa, afirmando estar buscando uma solução para isso. As palavras são de Shawn Layden, diretor dos estúdios de desenvolvimento da empresa, durante uma conferência sobre produção de games na Espanha.

Na ocasião, ele esteve ao lado de Mark Cerny, arquiteto de sistemas e um dos principais nomes por trás do PlayStation 4, para falar sobre o legado de uma marca que já tem mais de 20 anos de história. Mas a principal polêmica da atualidade, que ganhou força há duas semanas, quando começou a E3 2018, não deixou de ser abordada.

Quando perguntado sobre o assunto, Layden afirmou que é errado dizer que a Sony não está ouvindo os fãs com relação à possibilidade da jogatina conectada entre o PS4 e outros consoles, mas que existem mais circunstâncias em jogo do que apenas um único título ou solução. Sua expectativa, porém, é que o caminho encontrado seja aceito pelos jogadores, mas sem entrar no caminho dos negócios da companhia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A polêmica ganhou força nas últimas semanas depois que os jogadores descobriram que a recém-chegada versão Switch de Fortnite não permitia nem mesmo o uso de uma mesma conta. Caso você tenha seu perfil do game vinculado a um PS4, teria que criar um novo para aproveitar o jogo no videogame da Nintendo, começando do zero e sem itens desbloqueados, ou desligar o registro em um aparelho para poder jogar o título no console da “Big N”.

Claro que a ideia não caiu nada bem entre os jogadores, com duras críticas sendo feitas à Sony pela restrição. A Microsoft colocou ainda mais lenha nesta fogueira com um trailer de Minecraft que enalteceu a jogatina conectada entre Xbox One e Switch. Além deste e de Fortnite, Rocket League é outro clássico caso em que o cross-play, ou, melhor dizendo, a ausência dele, colocou a Sony em uma posição de isolamento com seu console.

A declaração de Layden é diplomática e não traz revelações reais, apesar de já mostrar uma mudança de postura. Na declaração original sobre o tema, a Sony não abordou a questão em si, afirmando apenas que os fãs de Fortnite no PS4 podem aproveitar as partidas com usuários de PC, iOS e Android, além de contarem com uma gigantesca comunidade na própria plataforma.

Um dos motivos para isso, logicamente não comentados pela fabricante, seria a questão financeira. Jogos como Fortnite são gratuitos, mas possuem um grande componente comercial na forma de roupas, itens e outros artigos adquiridos com dinheiro de verdade. Para o ex-diretor da Sony Online Entertainment, John Smedley, o dinheiro é a principal razão para a desativação do cross-play.

A ideia é que a companhia não gostaria de ver, por exemplo, os jogadores adquirindo um item na loja da Microsoft e a utilizando no PS4, ou permitir o acesso de terceiros a seus sistemas online. Daí a restrição e, principalmente, a ideia de permitir a conexão apenas com plataformas que não considera como concorrentes diretas. É uma decisão comercial até compreensível, mas que entra em conflito direto com o interesse dos jogadores – um fator que pode impactar nos números e, como as mensagens de revolta têm demonstrado, acabar saindo até pela culatra.

Fonte: Eurogamer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.