No Xbox One, Cortana depende do Kinect para funcionar

Por Redação | 23.06.2015 às 12:10
photo_camera Divulgação

O Kinect já foi a grande novidade da Microsoft para o mundo dos controles por movimento, em uma época em que esse tipo de coisa ainda era a coqueluche da indústria. O tempo passou e o acessório, assim como outros, feitos pelas concorrentes, foram sendo deixados de lado. Mas a Cortana deve dar uma sobrevida ao aparato no Xbox One, pois ele será exigido para utilização da assistente de voz.

A ideia parece óbvia: para que a conversa com a “moça” aconteça, é preciso que o usuário seja ouvido por meio de microfones, justamente uma das funcionalidades do Kinect, que já atuava como meio para controlar o próprio console por voz. A novidade deve chegar em breve ao console e, pelo menos por enquanto, funcionará exclusivamente pelo acessório. A informação aparece no rodapé de um vídeo que descreve todas as mudanças de interface e funcionalidade que o videogame vai receber no futuro próximo.

Por outro lado, isso significa que headsets e outros tipos de microfones não serão suportados, pelo menos não de início. Parece uma decisão estranha a se tomar levando em conta que a Microsoft dedicou um espaço especial em sua conferência na E3 ao seu novo joystick, que possui, justamente, uma entrada dedicada a fones de ouvido e aparelhos do tipo, que poderiam muito bem ser usados com a Cortana. Especula-se, então, que a exigência do Kinect possa ser derrubada no futuro.

Por outro lado, caso isso realmente se confirme, temos aqui mais uma pá de terra sobre o acessório que, certa vez, foi citado como parte essencial da experiência com o Xbox One. Há alguns meses, por outro lado, a Microsoft deixou de incluir o Kinect nos pacotes com o console como forma de reduzir seu preço e equipará-lo ao rival PlayStation 4. E, como mostrado na E3, um dos principais títulos que utilizavam o periférico – Just Dance, da Ubisoft – também não precisa mais dele, com os jogadores podendo usar um smartphone para fazer as vezes de sensor de movimento.

Sendo assim, parece improvável que a Cortana se torne um recurso interessante o suficiente para motivar alguém que ainda não possui o Xbox One – ou o Kinect – a investir no acessório. No Brasil, o console tem preço oficial fixado em R$ 1.999 sem o periférico, enquanto com ele o valor sobe para R$ 2.299.

Fonte: IGN