No Japão, Switch já vendeu um milhão de unidades e ultrapassa o PlayStation 4

Por Redação | 03 de Julho de 2017 às 09h48

O fracasso do Wii U é coisa do passado e, hoje, a Nintendo tem apenas a comemorar com o sucesso do Switch. O novo console vem arrancando elogios dos jogadores desde que foi lançado, seus jogos foram os principais destaques da E3 e agora temos números de vendas que mostram que a Big N está em uma excelente fase em todo o mundo. Afinal, se o simples fato de o console ter sumido das prateleiras não for motivo o suficiente, o desempenho nas lojas comprova que o gigante realmente acordou.

Somente no Japão, a Nintendo vendeu mais de um milhão de unidades do Switch em apenas 17 semanas — ou seja, entre os dias 3 de março e 30 de junho —, conforme relata a analista de mercado Media Create. E isso é um feito impressionante, porque nem mesmo outros grandes players do mercado conseguiram chegar a essa marca em tão pouco tempo. Apenas para caráter de comparação, a Sony precisou de quase o triplo desse tempo para vender um milhão de PS4 no país. Foram necessárias 46 semanas para alcançar essa marca.

É claro que a ótima estratégia da Nintendo para com o Switch e as excelente críticas de seus primeiros jogos foi um fator crucial nessa relação, mas não há como negar que existe um carinho especial entre o público japonês e a marca que sempre faz com que os seus produtos vendam muito bem por lá. Exemplo disso é que, apesar de todos os seus problemas, o Wii U vendeu um milhão de unidades em 33 semanas — o dobro do tempo levado pelo Switch, mas mais rápido que o PS4.

Outro dado curioso diz respeito à venda de jogos. Embora o novo console da Nintendo esteja vendendo muito bem e mais rápido do que outros sistemas, o número de games vendidos no Japão parece não acompanhar na mesma proporção. Ao longo desses três meses analisados, foram 172 mil jogos vendidos no Japão. Voltando a comparar com o PS4, a Sony já tinha vendido 250 mil unidades quando o console ultrapassou a marca do milhão.

Isso significa que, apesar de todo o interesse do público pelo Switch, ainda faltam jogos. Tudo bem que o período de três meses é realmente muito pequeno e a Sony teve uma janela um pouco maior para estabelecer esses 250 mil, mas é inegável que a Nintendo ainda precisa trazer mais novidades para quem já tem o console. E isso já está acontecendo.

A estratégia da Big N não é abrir as comportas todas de uma vez e trazer suas apostas com tanta frequência. Como ficou claro na última E3, o plano é trazer um grande jogo por mês. Já tivemos The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Mario Kart 8 Deluxe e Arms, mas os próximos meses ainda nos reservam Splatoon 2, Pokkén Tournament DX, Mario + Rabbid: Kingdom Battle e o tão comentado Super Mario Odyssey.

Via: Eurogamer