Mesmo com redução de imposto, Sony não produz mais PS4 no Brasil

Por Felipe Demartini | 27 de Agosto de 2019 às 11h57
Tudo sobre

Saiba tudo sobre PlayStation 4

Ficha técnica

Em um momento agridoce para o mercado nacional de games, a Sony fez dois anúncios contrastantes nesta segunda-feira (26). Na mesma data em que confirmou a redução no preço de consoles e controles vendidos oficialmente no Brasil, após o anúncio da baixa no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para o setor, a companhia também revelou que interrompeu a produção de videogames no país.

Primeiro, às informações boas. De acordo com a companhia, a partir de agora os preços oficiais do PlayStation 4 em suas versões Slim e Pro caem R$ 200 cada; o primeiro passa a custar R$ 2.400, contra R$ 2.600 cobrados anteriormente, enquanto a edição com gráficos melhores e maior poder de processamento passa a sair por R$ 2.800 em vez dos R$ 3.000 originais.

A redução também afetou outros produtos da divisão. O PlayStation VR, por exemplo, passa a ser vendido por R$ 2.600 (antes ele custava R$ 2.800), enquanto os joysticks DualShock 4 terão uma baixa de R$ 10 nos preços, passando de R$ 259 para R$ 249 na versão preta e de R$ 279 para R$ 269 nas edições coloridas. Essas são as sugestões de valores para os lojistas, que podem optar por trabalhar com preços ainda menores, o que já acontece por aqui, ou maiores, pois tudo é possível.

A medida tem efeito imediato, mas seu reflexo pode demorar um pouco para ser sentida nas prateleiras. Nos cálculos da Sony, os jogadores devem ver o impacto das reduções nas lojas em cerca de um mês, na medida em que as novas unidades faturadas pela fabricante são vendidas e colocadas à disposição dos compradores pelos lojistas.

E é aí que chegamos à outra face da moeda, pois todas essas mercadorias, agora, são importadas. De acordo com a Sony, a produção nacional do PlayStation 4 foi interrompida em 2017, antes mesmo da redução do IPI para o segmento de games. Mesmo lá atrás já valia mais a pena trazer os equipamentos de fora do que fabricá-los por aqui; com o novo incentivo ao setor, essa realidade se tornou ainda mais presente.

Apenas dois países possuem fabricação local do PlayStation 4: Japão e China, que supre praticamente toda a demanda mundial pelo console. A produção brasileira do videogame da Sony foi anunciada com pompa na E3 de 2015 e foi apontada como a principal responsável pela queda nos preços de um aparelho que, em determinado momento, chegou a custar mais de R$ 4 mil em sua versão oficial por aqui.

A redução no IPI para os games foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 15 de agosto, com alíquotas que passaram a variar entre 16% e 40%, em vez dos 20% a 50% originais. A mudança vale apenas para consoles, acessórios e peças, não sendo aplicadas a jogos físicos ou adquiridos digitalmente.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.