Nova Lamborghini Centenario será capa do próximo Forza Motorsport

Por Redação | 03.03.2016 às 14:00

Uma feira de automóveis, mais uma vez, foi o palco usado pela desenvolvedora Turn 10 e pela Microsoft para divulgar as primeiras informações sobre Forza Motorsport 7. E antes mesmo de vermos o título em si, já sabemos o carro que estará em sua capa: a bola da vez será o Lamborghini Centenario, novo modelo da marca esportiva, que também foi mostrado pela primeira vez no Motor Show de Genebra, na Suíça.

A montadora substitui a Ford e seu GT 2017, que serviu como “garoto propaganda” do mais recente título da franquia de simulação. Além disso, a Lamborghini também confirmou que o Centenario estará disponível em Forza Motorsport 7 antes mesmo de dar as caras no mundo real, e também aparecerá exclusivamente no game da Turn 10, ficando de fora de qualquer outro título de velocidade.

Quando estiver percorrendo as estradas do mundo, o Lamborghini Centenario terá uma velocidade máxima de 350 km/h, sendo capaz de chegar de 0 a 100 em 2,8 segundos. É um dos veículos esporte mais velozes já criados pela montadora e vai custar módicos € 1,75 milhão, ou cerca de R$ 7,3 milhões.

Além do novo jogo, a parceria da produtora com a Lamborghini também vai contemplar os jogadores atuais. Nesta quinta-feira (03), entra no ar um desafio especial da montadora, com eventos de tomada de tempo e partidas multiplayer valendo posições no ranking, todas utilizando o modelo 2014 Gallardo da marca. Quem mandar bem ganhará um carro exclusivo e poderá participar de uma segunda competição, dedicada apenas aos melhores.

Apesar de ter falado oficialmente sobre o game, a Microsoft e a Turn 10 informaram que o nosso primeiro olhar de verdade sobre Forza Motorsport 7 deve acontecer apenas durante a E3 deste ano. O evento acontece em junho, nos Estados Unidos, e o título de velocidade deve ser um dos destaques de sua conferência, marcada para o dia 13. O jogo, normalmente, é um exclusivo do Xbox One, mas pode acabar chegando também ao PC, se seguir a política atual da fabricante, que dá cada vez mais suporte aos computadores.

Fonte: Pocket Lint