Desbloqueio do PlayStation 4 permite copiar jogos digitais entre consoles

Por Redação | 13 de Julho de 2017 às 09h57
photo_camera Divulgação

Na medida em que os consoles vão avançando, a pirataria vai se tornando mais difícil – o que não significa que os responsáveis não estão tentando ativamente desbloquear as plataformas. A mais nova solução do mercado bucaneiro é o MTX KEY, um chip que, quando soldado ao PlayStation 4, permite que jogos digitais sejam copiados e jogados em consoles diferentes.

Isso, na verdade, já é possível e o que o componente faz é acabar com uma das proteções da Sony. Hoje, os usuários podem cadastrar suas contas em até três consoles – o primário, em teoria, seu próprio, e dois secundários, para levar games para a casa de amigos, por exemplo. O MTX KEY acaba com esse limite, permitindo que os consoles chipados não entrem nessa conta e que os games sejam “clonados” em quantos aparelhos o jogador desejar.

É um funcionamento que pode parecer complexo, mas que elege a conta primária, como o nome já diz, como a principal, permitindo que todos os outros perfis em um mesmo console joguem aqueles games ou usufruam de assinaturas. A recíproca, entretanto, não é verdadeira, e os títulos de contas secundárias só podem ser acessados a partir delas próprias, ficando bloqueados para todas as outras, inclusive as primárias do console e mesmo que os games estejam instalados no HD.

Basta soldar os seis pinos do chip na placa-mãe do PlayStation 4 para que a solução já comece a funcionar. Ela trabalha com qualquer versão do console, incluindo as mais recentes Slim e Pro, e é compatível até mesmo com a mais recente atualização da plataforma, 4.71, lançada nesta semana para correção de bugs.

Com isso, deve começar a famosa guerra de sempre entre os piratas e a Sony, com updates de firmware impedindo o funcionamento das modificações e os hackers, na sequência, liberando atualizações para suas soluções que circundam as medidas de segurança. Desde já, a recomendação dos fabricantes do MTX KEY é que os usuários não atualizem seus consoles imediatamente após a liberação de novas versões, aguardando um pouco para garantir que o desbloqueio continuará funcionando.

Esta é a segunda vez que o PlayStation 4 aparece sendo destravado por piratas. A primeira, inclusive, aconteceu no Brasil, em maio de 2015, quando uma loja de Brotas, no interior de São Paulo, confirmou ser capaz de “clonar” a BIOS da plataforma, permitindo a instalação de jogos digitais em qualquer console. Ao contrário do que acontece com o MTX KEY, tais contas seriam cadastradas como primárias nos aparelhos, permitindo acesso completo por qualquer outro perfil de usuário.

Como no caso de dois anos atrás, a Sony não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, mas isso nem era esperado mesmo. O que é antecipado, inclusive pelos próprios hackers, como já dito, é a liberação de atualizações que tentem impedir o funcionamento do MTX KEY. Que comece o combate, então.

Fonte: Pplware

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.