Xbox One será lançado na China no dia 29 de setembro

Por Redação | 23 de Setembro de 2014 às 18h20
photo_camera Divulgação

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (23) que vai mesmo lançar o Xbox One na China no dia 29 de setembro. Originalmente, o console de nova geração da empresa estava programado para chegar ao país ainda na última segunda-feira (22), mas na sexta-feira passada (19) a companhia revelou que a estreia do aparelho em território chinês tinha sido adiada para o final de 2014.

De acordo com o site Re/code, não foram informados os motivos que teriam levado às mudanças de datas. Em comunicado, a entidade disse apenas que "queria lançar o videogame com dez jogos aprovados pelo governo" e "trabalhar para trazer mais grandes títulos para o mercado nas próximas semanas e meses". Aproximadamente 5 milhões de dispositivos devem ser colocados no mercado chinês.

Na China, o Xbox One custará 4,3 mil yuan, o equivalente a US$ 700 (cerca de R$ 1,6 mil na cotação atual, sem impostos). Nos Estados Unidos, o mesmo aparelho é vendido a partir de US$ 400. Entre os jogos aprovados para venda no país estão Forza 5 e Zoo Tycoon, além de um título exclusivo para os chineses chamado Naughty Kitties. Estão programados os lançamentos de mais 70 games de 25 produtoras parceiras da Microsoft, mas não foram revelados quais são esses jogos.

Consoles na China

O Xbox One será o primeiro console estrangeiro vendido oficialmente na China após quase 14 anos de proibições do governo. As máquinas foram banidas em 2000 sob a acusação de que causam uma má influência nos jovens e em sua saúde mental. Os únicos aparelhos permitidos são aqueles fabricados dentro do próprio país, que também são submetidos a testes dos departamentos culturais. É possível encontrar esses dispositivos ilegalmente, mas jogos online em PC ainda são mais populares, principalmente em lan houses.

As companhias estão autorizadas a comercializar seus produtos desde que eles passem por uma rígida inspeção do governo e do Ministério da Cultura. Não foram especificados os requisitos necessários para empresas estrangeiras, nem por quanto tempo valerá a suspensão que autoriza a venda de consoles de outros países. O que se sabe é que a comercialização só é permitida se as fabricantes se aliarem a entidades locais.

Todos os jogos lançados no país asiático também terão de ser aprovados pelo governo e se submeter a normas que proíbem diversos temas, incluindo conteúdo adulto, violência, games de azar ou qualquer outra temática que viole as tradições chinesas. Dessa forma, é provável que jogos como Call of Duty, Battlefield e Titanfall não cheguem ao jogadores chineses – pelo menos por enquanto.

Outra gigante dos games também se prepara para desembarcar em território chinês. Por meio de sua joint venture com a Shanghai Oriental Pearl, a Sony já confirmou que irá produzir o PlayStation 4 no país para facilitar sua distribuição e venda aos usuários locais. Contudo, ainda não há datas de quando isso irá acontecer. A Nintendo, que também está autorizada a vender consoles no país, não anunciou nenhum plano específico.

O mercado de consoles de videogame na China está estimado em US$ 14 bilhões.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!