Teste de sobrevivência: qual o console mais resistente de todos os tempos?

Por Redação | 23 de Março de 2015 às 09h39

Poder de processamento, recursos únicos e jogos exclusivos: todas essas características são armas usadas por fãs para defender seu videogame favorito na famigerada guerra de consoles. No entanto, mais do que qualquer um desses argumentos, há uma questão muito importante que muita gente se esquece de levar em consideração: a resistência do aparelho.

Afinal, quem nunca tropeçou em um cabo do PlayStation ou suou frio quando o gato quis brincar na estante em que estava seu Xbox 360? Para saber qual o sistema que melhor resiste aos perigos do dia a dia, o pessoal da Wired decidiu fazer um teste e jogar todas as suas dúvidas — e uma dúzia de consoles — no chão.

A metodologia aplicada foi bem simples: com 12 consoles em mãos, eles os deixaram cair de uma altura de 4,5 metros para, em seguida, ver qual aparelho estava funcionando. Para tornar as coisas mais justas, os competidores foram divididos por geração, o que resultou na seguinte configuração:

  • 4ª geração: Super Nintendo x Mega Drive
  • 5ª geração: PlayStation x Sega Saturn x Nintendo 64
  • 6ª geração: PlayStation 2 x GameCube x Xbox x Dreamcast
  • 7ª geração: PlayStation 3 x Xbox 360 x Wii

Para deixar tudo ainda mais dramático, a equipe registrou todo o processo em câmera lenta a partir de uma lente que circulava pela área de testes. Assim, mais do que ver sua infância e adolescência se espatifando no chão, você ainda observa os detalhes e as várias peças voando para deixar tudo ainda mais impactante.

O curioso é que os testes não pararam por aí. Após o término desta "etapa classificatória", o vencedor de cada grupo teve de encarar um banho de refrigerante para simular o pesadelo de qualquer aniversariante que decide ligar o videogame com os amigos. Avisamos desde já que é preciso ter nervos de aço para encarar esta nova etapa do desafio.

Apesar do tratamento de choque, um vencedor surgiu em meio aos escombros e tragédias. Não vamos dizer para não estragar a surpresa, mas sua sobrevivência deixa claro o quanto ele era um sistema à frente de seu tempo — não que alguém fosse arremessá-lo de uma altura de 4,5 metro em condições normais, não é mesmo?

Via: Wired

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.