Microsoft está de olho no mercado de realidade virtual

Por Redação | 20 de Março de 2014 às 14h36

O Oculus Rift iniciou o que, para muitos, é mais uma das corridas do ouro da tecnologia. Os dispositivos de realidade virtual, bastante populares mas pouco intuitivos nos anos 90, voltaram com tudo, com a Sony sendo a mais nova expoente da tecnologia com seu Project Morpheus. Mas e a Microsoft? Também está de olho nesse novo nicho, segundo um de seus executivos.

A palavra é do gerente de programas do Xbox, David Dennis, em entrevista ao site Ars Technica. Segundo ele, a empresa está ligada no que seus concorrentes estão fazendo e espera também a resposta do público a tais novidades. Assim, pensa ele, a companhia será capaz de entender exatamente como tudo funciona e imaginar as utilizações possíveis de aparelhos de realidade virtual.

Já existem rumores de que a Microsoft também estaria desenvolvendo aparelhos do tipo, mas Dennis os descartou. Segundo ele, a empresa realmente fez pesquisas sobre o assunto, assim como em uma série de outras áreas, que resultaram no registro de patentes. Nem sempre, porém, documentos desse tipo são uma garantia de que as tecnologias exibidas ali podem se tornar realidade.

Ele lembra também que a Microsoft já é uma grande presença no mundo da interatividade, principalmente por conta do Kinect. Segundo Dennis, a empresa está incrivelmente satisfeita com os resultados de atividade online a partir do periférico que estão sendo obtidos no Xbox One, o que mostra a aposta correta da Microsoft em usar o acessório como parte integrante da experiência.

O executivo também cita a biblioteca de jogos, que ele vê como melhor que a da concorrente Sony, como um dos grandes motivos para a superioridade do One. O console, porém, vem apresentando vendas mais baixas que seu concorrente direto, mas a Microsoft não tem intenção alguma de esconder tais números, muito pelo contrário.

Na visão dele, o Kinect será um dos grandes diferenciais da plataforma e algo com o que as pessoas realmente irão se acostumar, e sentir falta caso ele não esteja disponível. A Microsoft, então, está confiante que vai liderar também a nova geração de consoles, um crescimento que será exibido a cada trimestre, com a divulgação de novos números de vendagens.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.