Microsoft está comprometida com experiências offline e single-player no Xbox One

Por Redação | 07.11.2013 às 10:20

Desde o fim da E3 2013, quando revelou todos os detalhes do Xbox One, a Microsoft vem tentando se livrar da má impressão que causou ao público. Com o lançamento do novo console cada vez mais próximo, a empresa ainda tenta se reerguer de alguns escorregões cometidos na feira e o alvo da vez é a experiência offline e os modos single-player dos jogos que estão por vir.

Após voltar atrás na decisão que o Xbox One precisaria estar sempre conectado à internet, agora a empresa diz estar comprometida em oferecer a melhor experiência offline possível aos jogadores.

"O modo single-player ainda é uma peça fundamental nos jogos", revelou Phil Spencer, vice-presidente corporativo e chefe da Microsoft Studios, ao GameSpot nesta quarta-feira (6). Na entrevista, o executivo disse que a Microsoft continuará seus investimentos naqueles jogos voltados ao público que não quer qualquer tipo de competitividade e só deseja pegar o controle, sentar no sofá e jogar.

Já há alguns anos as ditas campanhas single-player offline deixaram de ser o foco das produtoras, cujos investimentos estão sendo destinados cada vez mais a campanhas multiplayer online ou a módulos exclusivos que possibilitam a jogatina na web, como foi o caso de Grand Theft Auto V.

Para Spencer, a adição de algumas funcionalidades online não é exatamente ruim, mesmo que o foco do jogo seja offline. "É bem verdade que para alguns desses jogos, se você tiver uma conexão com a internet, pode tirar vantagem disso de alguma forma, e eu não vejo esse fato como algo ruim". E isso é verdade, já que a verdadeira experiência de se jogar sozinho reside na qualidade oferecida pelo jogo, e não pelos recursos adicionais online que ele eventualmente possa ter.

O discurso de Spencer contrasta, e muito, com a postura adotada pela Microsoft à época da E3. "Ter grandes jogos single-player para pessoas que estão desconectadas representará uma grande fatia do nosso negócio. Hoje estamos colocando nossa assinatura em jogos cujos corações e almas estão na experiência offline", finalizou.

Com tamanha mudança de opinião, não nos surpreederemos se nos próximos dias ouvirmos algo absurdo envolvendo troca de jogos digitais no Xbox One.