Jogadores que falam palavrões e ofensas estão sendo banidos da Xbox Live

Por Redação | 02 de Dezembro de 2013 às 16h44
photo_camera Divulgação

O Xbox One chegou às lojas há pouco mais de duas semanas. Além da função de videogame, o aparelho tem ferramentas voltadas para o uso contínuo da TV e programas sociais, incluindo a transmissão de jogatinas pelo aplicativo Upload Studio. Mas os jogadores da nova plataforma precisam ter muito cuidado durante as partidas online: a Microsoft confirmou que está banindo da Xbox Live os usuários que falam palavrões e outras palavras ofensivas nos vídeos de gameplay do console. As informações são da BBC e do Technology Review.

Alguns jogadores comentaram em fóruns internacionais que tiveram suas contas suspensas temporariamente pela companhia após a postagem de vídeos com palavrões e ofensas. Não se sabe como a Microsoft monitora os clipes gravados pelo dispositivo, mas a empresa publicou um comunicado para reforçar a ideia de que os donos de conteúdos considerados "excessivamente profanos" poderão perder algumas ou todas as vantagens da Xbox Live.

"Levamos o Código de Conduta e a moderação via Upload Studio muito a sério. Queremos um ambiente limpo, seguro e divertido para todos os usuários. Profanidade excessiva, bem como outras violações ao Código de Conduta podem resultar em suspensão de alguns ou todos os privilégios no Xbox Live. Continuamos empenhados em preservar e promover uma experiência segura e agradável para todos os nossos membros da Xbox Live", disse a empresa.

Além da Xbox Live, o Skype é outro programa acusado de banir usuários sem aviso prévio. Um internauta do Twitter alega que teria sido expulso do serviço por ter usado palavrões em uma chamada privada. "Por causa do seu comportamento anterior, sua conta na Xbox Live Gold não tem permissão para usar o Skype para Xbox One", diz a mensagem.

Polêmicas à parte, o BBC Click, boletim de tecnologia da BBC, divulgou dados interessantes sobre os videogames na notícia do Xbox One. A Associação de Psicologia dos Estados Unidos realizou um estudo que mais uma vez constatou os efeitos positivos desses aparelhos na vida das crianças e adolescentes. E mais: de acordo com a pesquisa, quanto mais violento for o jogo, maior é o benefício de efeito nos jogadores.

Enquanto isso, na concorrência...

Não é só o Xbox One que enfrenta problemas envolvendo a liberdade de expressão dos jogadores. Na semana passada, o Twitch TV, serviço de streaming de jogos do PlayStation 4, anunciou a retirada do game The Playroom do catálogo de transmissões. No título, o jogador interage com vários robôs criados pela realidade aumentada da câmera PS Eye.

A questão é que alguns usuários mal intencionados faziam uso do Playroom para gravar conteúdo pessoal e até material pornográfico. Em um dos casos, um usuário de codinome 'Cobra' tirou a roupa de uma mulher alcoolizada, que dormia no sofá, enquanto transmitia as imagens para milhares de pessoas.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.