Executivos da Microsoft saem em defesa do Xbox One

Por Redação | 13.06.2013 às 13:58

Algumas declarações da Microsoft já deixaram bem claro que a companhia está firme em suas decisões relacionadas ao seu novo console, e acredita que elas foram as melhores possíveis. Mas boa parte do público e da crítica não concorda plenamente com isso.

Entre os pontos mais polêmicos do Xbox One está o fato de ele precisar se conectar a internet pelo menos uma vez a cada 24 horas para funcionar plenamente. Don Mattrick, presidente do setor de entretenimento interativo da Microsoft, foi bem direto (e corajoso) ao se referir a esse tema em uma entrevista na qual disse que 'quem não tem internet para o Xbox One, que fique com o Xbox 360'. Ele complementou dizendo que: "É importante que as pessoas compartilhem suas ideias, mas elas estão imaginando resultados que acreditamos ser piores do que será no mundo real".

Para outro executivo da Microsoft, Yusuf Mehdi, CMO da divisão de entretenimento interativo, a reação negativa era algo esperado pela companhia. A declaração foi feita em uma entrevista ao site ArsTechnica, onde Yusuf explicou que, de maneira geral, as pessoas não prestam atenção a uma série de coisas apresentadas pela empresa.

"Eu acho que é justo dizer que há um segmento de consumidores [na E3] em particular que realmente presta atenção, que são muito apaixonados por todos os aspectos do jogo e que ouvimos atentamente. Em um conjunto mais amplo de comunidade, as pessoas não prestam atenção a uma série de detalhes. Já vimos isso nas pesquisas", disse.

Ele explica ainda que a Microsoft está tentando fazer algo realmente grande em termos de mover a indústria de games para frente, e eles acreditam que "o mundo digital é o futuro". Yusuf ainda sugere que os US$ 100 a mais pagos por usuários do Xbox One, em comparação com o PlayStation 4, valem a pena para aqueles que procuram um sistema com maior valor agregado. Além de títulos exclusivos e conteúdos de jogos, o sistema é "apoiado por 300 mil servidores da Microsoft que permitem experiências de jogo incríveis".

Para finalizar, ele diz que o mercado é grande e que os consumidores poderão decidir o que acham melhor, e defende a inovação do Xbox One. "Queremos ter uma oferta diferenciada em relação a todos os outros. Ela tem valor em diversas áreas que os sistemas concorrentes não têm... Isso é algo que cada consumidor irá escolher".