Pesquisadores na Alemanha criam micro lente de 0.1 mm

Por Redação | 01 de Julho de 2016 às 22h01
photo_camera Nature Photonics

Pesquisadores da Universidade de Stuttgart, na Alemanha, usaram uma impressora 3D para criar um sistema triplo de micro lentes com apenas 0.1mm de espessura. Isso equivale a um fio de cabelo ou folha de papel, por exemplo. A maioria das veias – até mesmo as mais finas – são, no mínimo, dez vezes maiores que essa câmera.

A pesquisa, divulgada pela revista Forbes, foi conduzida pelos pesquisadores Timo Gissibl, Simon Thiele, Alois Herkommer e Harald Giessen e foi publicado no periódico Nature Photonics.

Este estudo descreve diferentes formas de uso de uma lente tão pequena quanto essa, incluindo a capacidade de capturar imagens em um procedimento de endoscopia, por exemplo. Essas lentes são tão pequenas que podem ser colocadas em fibra óptica e serem passadas pelo fundo de uma agulha.

Lentes dessa espessura podem ser incorporadas em sensores CMOS – que são comumente utilizados em câmeras digitais – ou serem usadas em drones do tamanho de insetos, para segurança ou até mesmo espionagem. No fim das contas, imagens em alta qualidade podem ser geradas por uma câmera tão pequena que ninguém poderá ver.

São necessárias múltiplas lentes para obter uma melhor qualidade nas imagens com ângulos mais abertos. Cada nova lente adicionada sobre a primeira torna a imagem cada vez mais clara.

Micro Lentes Triplas

Para criar cada lente, a equipe injetou um líquido com micro pulsos a laser: pulsos eletromagnéticos que duram cerca de um trilionésimo de segundo. A cada pulso o líquido ia endurecendo mais até que a lente fosse formada.

Essas lentes não só podem ajudar a ver lugares muito pequenos – ou ver sem serem vistas – como também serem produzidas rapidamente.

Fonte: Mashable

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.