Ericsson registra patente de tecnologia para evitar furto de smartphones

Por Wagner Wakka | 18 de Junho de 2019 às 11h44
Reprodução
Tudo sobre

Ericsson

Saiba tudo sobre Ericsson

Ver mais

Por conta de alto número de smartphones furtados, a indústria mobile tem constantemente criado mecanismos para dar mais segurança a seus usuários. A Ericsson patenteou uma proposta nova para evitar que seu aparelho seja retirado de você. Chamada de “fricção adaptativa”, a ideia é identificar o furto enquanto o ladrão está tentando pegar o smartphone do seu bolso.

O sistema funciona com sensores que analisam constantemente o contexto em volta do aparelho. Ou seja, seu smartphone reconhece se está dentro do bolso, em cima da mesa ou até mesmo em uma mochila. Tudo isso seria feito pelos microfones, sensores de luz, câmera e outras tecnologias já presentes nos smartphones atuais.

Tendo isso em mente, o aparelho vai conseguir identificar quando foi pego por alguém. Melhor ainda, vai saber se foi exatamente o dono quem segurou o smartphone. Isso será feito com sensores que analisam a força da pegada (furtos acontecem com movimentos leves) ou com análise de batimentos cardíacos comparando dados comuns do usuário.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Sensores do smartphone reconhecem ambiente (Foto: WIPO)

Identificando que está sendo pego por um pessoa não-autorizada, o aparelho vai começar a vibrar em uma frequência ultrassônica (isto é, inaudível), o que, pela patente, faz com que o smartphone fique bastante escorregadio e difícil de segurar. Lembra do movimento leve do ladrão? Pois é, ele pode não conseguir segurar o aparelho.

Por outro lado, a patente também tem uma segunda proposta. Identificando a forma como o usuário segura o smartphone, o software também pode utilizar uma vibração que ajude a manter o aparelho mais firme na mão. Ou seja, pode ser útil também para evitar aquela mão boba que derruba o smartphone.

Até o momento, esta é apenas uma ideia patenteada, sem nenhuma projeção de chegar ao mercado. Contudo, pode ser uma medida bastante interessante para dificultar que ladrões levem o seu smartphone em um furto.

Vale lembrar que, apesar de documentada, nem toda patente é levada a um produto final, sendo que podemos nunca ver essa tecnologia em ação.

Fonte: WIPO

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.