Depois dos displays dobráveis para smartphones, vêm aí as telas recortáveis

Por Redação | 06.08.2016 às 08:32
photo_camera NIMS

Imagine como um smartwatch que conta com um display dobrável – tal qual vem sendo estudado para aplicação em smartphones – poderia ser ainda mais confortável e adaptável a cada formato de pulso. Agora imagine se existisse um display recortável, além de flexível, pronto para ser moldado para qualquer tipo de uso. Pois é exatamente isso o que cientistas japoneses estão desenvolvendo.

Uma equipe do National Institute for Materials Science (NIMS) desenvolveu um display a partir de um material orgânico híbrido com metais com a habilidade de ser flexível e que também pode ser cortado sem que seja danificado. Ao fazer o recorte, o display precisa apenas de alguns segundos para se ajustar ao novo formato e re-distribuir suas funções, e além disso ele ainda se “lembra” de qual informação estava exibindo antes de ser desligado – como se fosse um papel digital.

Por enquanto, o display que a equipe de pesquisadores criou só exibe informações em uma única cor e em uma área limitada, mas é possível aplicar outras tecnologias para que ele seja um display colorido e aprimorado. A ideia é poder criar acessórios vestíveis a partir de um material desses, ou levar a um outro patamar o mercado de dispositivos vestíveis. De acordo com os pesquisadores, um display com essas propriedades pode fazer com que seja possível mudar totalmente o esquema de cores do interior de um veículo, por exemplo, bem como de acessórios como óculos escuros.

Fonte: Engadget