De novo os chineses: conheça a música capaz de adoçar seu café

Por Redação | 20.02.2017 às 20:51

Que tal começar a dieta substituindo o açúcar por notas doces de pura "música"? De acordo com o pessoal da Xin Cafe, uma marca famosa da bebida na China, você não precisa adoçar seu café com três cubos de açúcar. Basta ouvir alguns "ruídos doces" enquanto bebe, já que a doçura, para estes chineses, está na cabeça de quem ingere algum alimento.

Em parceria com a Beijing Dentsu, a marca desenvolveu a Sonic Sweetener, uma garrafinha criada para ajudar as pessoas a diminuírem a ingestão de açúcar ao emitir sons que o cérebro associa com algo bem docinho. E a invenção vem ganhando espaço (ao menos como conceito) nos últimos anos, depois de passar em testes que comprovaram sua eficiência.

Segundo a página oficial da Xin Cafe, usar o dispositivo hi-tech é simples. Basta preparar sua bebida na própria garrafinha, colocar só uma pitada de açúcar e provar para memorizar o gosto. Depois, é só colocar um fone de ouvido acoplado a ela e beber de novo, enquanto ouve as doces notas musicais. Pronto, a mágica está feita. Para quem gosta de café adoçado, deve ser sensacional. E para quem não gosta, fica a curiosidade, afinal, unir sinestesia com tecnologia não parece uma má ideia, certo?

Segundo a empresa, as notas foram minuciosamente escolhidas por um designer de áudio para compor a música que te faz ter uma sensação algo doce na boca. Ficou curioso para ouvir? Basta apertar o play no vídeo abaixo.

Pode parecer improvável para uns, impossível para outros, mas é garantido pela ciência: se o cérebro consegue traduzir alguns sons em sensação de paladar doce, talvez estejamos próximos de uma solução para um dos alimentos que mais preocupam a sociedade e os nutricionistas hoje em dia. Por enquanto, a garrafa está em fase de prototipagem e a empresa busca por patrocinadores para, posteriormente, lançá-la no mercado.

Se na China, onde as pessoas não costumam ingerir muito doce em suas dietas, a tal garrafa já está dando o que falar, imagina se a moda pega no Brasil?

Fonte: Xin Cafe