Projeto de aerotrem é apresentado em exposição de tecnologia na China

Por Redação | 23 de Maio de 2016 às 13h25

Ao longo das últimas eleições, alheio a todas as questões de direita e esquerda que ainda reverberam por aí, o candidato brasileiro Levy Fidelix ficou conhecido por conta do aerotrem. E não apenas em 2014, mas em vários outros pleitos o característico e polêmico político do PRTB vem sugerindo o veículo como uma forma de melhorar o transporte público nas grandes cidades. E ele insiste tanto na questão que já virou motivo de chacota. Porém, e se ele tivesse razão?

Mesmo sem saber da existência de Fidelix e suas propostas, um grupo chinês decidiu criar um veículo bastante parecido com o famigerado aerotrem. Apresentado pelo jornal chinês China Xinhua News, o veículo parece uma mistura de metrô com um túnel ambulante. Isso porque os passageiros entram em uma estrutura suspensa a mais de 2 metros do chão que fica sobre a rua. Assim, a parte inferior desse estranho ônibus é vazada, permitindo que carros e demais veículos do trânsito convencional passem normalmente por baixo.

Com mais de 60 metros de comprimento e 4,5 metros de altura, o meio de transporte seria uma solução bastante eficaz para o tráfego nas grandes cidades. Isso porque ele conseguiria transportar centenas de pessoas com agilidade, uma vez que não precisaria encarar engarrafamentos e nem nada do tipo. E, em conjunto com os metrôs já existentes, daria ainda mais destaque ao transporte público, tornando-o mais eficiente. Assim, mais pessoas iriam preferir usar esses modais alternativos, deixando os carros em casa e melhorando o trânsito como um todo.

É claro que uma belezinha dessas ainda não existe na prática e a demonstração feita na China é apenas de um protótipo instalado em uma maquete apresentada durante a 19ª edição da China Beijing International High-Tech Expo (CHITEC). E, dentro desse ambiente totalmente controlado, as coisas funcionaram perfeitamente. Porém, na prática, esse tipo de projeto exigira um pouco mais de trabalho, tanto na construção das rotas para alocar o aerotrem quanto na própria organização das linhas. Como é possível perceber, o funcionamento desses veículos seguiria uma lógica bem parecida com o que acontece com um metrô e nós bem sabemos que nem mesmo esse modelo é infalível.

Porém, um ponto que chama a atenção dentro da proposta chinesa é que esse híbrido de ônibus, metrô e túnel é totalmente movido a eletricidade, o que faz com que ele também seja uma alternativa “verde” às grandes cidades, que gastam milhões em busca de fontes sustentáveis para o transporte público para diminuir a emissão de carbono na atmosfera.

Via: China Xinhua News (Facebook)

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.