AT&T e Intel estão testando projeto que visa controlar drones com conexão 4G LTE

Por Redação | 26 de Fevereiro de 2016 às 08h32
photo_camera US Air Force

Grandes companhias estão estudando a possibilidade de controlar drones por meio da conectividade 4G, o que permitiria o sobrevoo de distâncias muito maiores e mais altas do que com a utilização de frequências Wi-Fi e Bluetooth. As empresas envolvidas incluem a operadora AT&T, a Dallas e a Intel.

O conceito do trabalho será apresentado durante o Mobile World Congress, que está acontecendo nesta semana em Barcelona. A Intel Drone Zone irá mostrar ao público como a conexão 4G LTE pode colaborar para o controle de drones sem limitações quanto ao seu controle. "Estamos usando a rede para transferir informações importantes, imagens e vídeo de forma rápida e eficiente — muito além dos limites de conectividade de curto alcance", afirmou Chris Penrose, da AT&T.

Além do maior alcance que a tecnologia 4G LTE pode oferecer aos drones, ela também permite que recursos de streaming de vídeo ou envio de informações possam ser realizados de maneira mais simples e sem nenhuma dificuldade. O projeto marca um passo adiante na tecnologia de drones, que tem crescido em popularidade entre os usuários amadores e tem atraído a atenção das empresas, já que podem ajudar em tarefas de construção, entregas e várias outras atividades.

No entanto, um dos problemas que o projeto terá que enfrentar é a regulamentação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês), que restringe voos de drones a longas distâncias. A expectativa, no entanto, é que o projeto fique pronto para que as empresas possam convencer as autoridades a revisarem as leis. Outro problema também seria a possibilidade dos drones controlados por redes 4G LTE alcançarem uma zona morta sem conexão, algo que pode acontecer até mesmo dentro das grandes cidades.

A AT&T afirmou que está estudando o impacto que a adoção deste tipo de conectividade teria no controle dos drones e reconhece que ainda existem muitas perguntas em torno do controle das aeronaves não-tripuladas. Vale lembrar que o projeto ainda encontra-se em fase de testes e que um conceito da ideia será apresentada durante a MWC nesta semana.

Fonte: CNet

Fonte: http://www.cnet.com/news/at-t-intel-hope-4g-will-let-drones-fly-higher-and-further-than-ever/