SAP simplifica processo de compra para indivíduos e pequenas empresas

Por Redação | 14 de Maio de 2015 às 11h01

A ideia de soluções de análise de dados e computação nas nuvens normalmente vem associada a grandes nomes do mundo da tecnologia, contratos milionários entre empresas e a participação de CIOs e departamentos de TI. Foi justamente observando esse tipo de cenário que a SAP pensou em mudar as coisas e, inspirada no varejo eletrônico tradicional, está lançando a SAP Store, uma nova forma de adquirir soluções que deve agradar bastante a indivíduos e pequenas empresas.

A novidade funciona exatamente como uma compra tradicional e dispensa as burocracias envolvidas em grandes pedidos e propostas de negócio. Como uma aquisição de aplicativo, os interessados em trabalhar com os softwares da SAP podem simplesmente fazer a aquisição deles online, de forma simples, e usando o cartão de crédito.

A iniciativa é fruto de uma nova unidade de negócios da companhia, a SAP Digital, que já está mostrando seus resultados. De acordo com a companhia, mais de 500 mil downloads já foram registrados em uma versão gratuita do Lumira, um software para visualização de dados de forma visual. Seguindo a tendência do mercado mobile, a solução aparece com recursos limitados e possibilidade de upgrade, que também pode ser feito facilmente.

Pensando nesse setor, a companhia também criou sistemas mais fáceis de instalação e gestão das soluções adquiridas de forma que, em muitos casos, os clientes nem mesmo precisarão contratar consultoria externa ou possuir departamentos especializados em TI para colocarem tudo para funcionar. Enquanto isso, as grandes companhias que já são usuárias de soluções da SAP contam com maneiras melhores de trabalhar, com upgrades e atualizações de contratos que podem ser feitas com poucos cliques ou a partir de qualquer dispositivo.

Outras aplicações da SAP também contam com políticas de gratuidade ou são voltada para organizações menores. É o caso, por exemplo, da solução Customer Engagement, que permite o gerenciamento do relacionamento com os clientes e possui uma versão liberada por 30 dias. Os usuários podem importar dados de diversas fontes e, se gostarem dos resultados, adquirirem a versão completa.

Durante o anúncio, que aconteceu durante o evento Sapphire Now, nos Estados Unidos, a empresa revelou também o segredo por trás de toda a novidade: o uso de plataformas próprias. Essa nova cara da SAP Store foi construída sobre a Commerce Suite, uma solução própria voltada, justamente, para o engajamento de clientes. Por conta dela, por exemplo, a empresa foi capaz de aceitar não apenas cartões de crédito de diversos países, mas também várias bandeiras e o PayPal.

Para a companhia, a nova versão da loja online serve como um grande exemplo do que pode oferecer aos futuros clientes, uma vez que o mesmo software que permite que tudo funcione também está à venda. Os produtos antigos também foram migrados para o ambiente recém-chegado, trazendo mais integração aos parceiros de longa data.

Fonte: SAP

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.