Microsoft anuncia integração com Kubernetes para Azure Container Service

Por Redação | 07 de Novembro de 2016 às 19h20

De olho no avanço do interesse de empresas pelo uso de contêineres para desenvolvimento de aplicações, a Microsoft anunciou nesta segunda-feira (7) que passará a integrar nativamente o projeto de gerenciamento open source Kubernetes à sua plataforma de serviços de nuvem, Azure.

Com a nova integração, o Azure se torna agora a primeira cloud pública a dar suporte para as três principais plataformas de orquestração de contêineres no mercado – ao lado do Swarm, do projeto Docker, e do DC/OS, da Mesosphere.

De acordo com Corey Sanders, Diretor de Computação da Microsoft para a plataforma Azure, a empresa enxerga o uso de contêineres como a próxima evolução da virtualização em organizações, que permitirá mais agilidade na produção de aplicações.

"Os contêineres podem rodar em qualquer hardware, em qualquer nuvem e em qualquer ambiente sem modificações. Eles são uma solução verdadeiramente aberta e portátil para DevOps ágil", escreveu o executivo no post de anúncio da integração.

A "conteinerização" tem se tornado um elemento cada vez mais importante no desenvolvimento de apps, por permitir que devs coloquem aplicações dentro de contêineres virtualizados para movê-las entre ambientes de nuvem e on-premise de maneira mais simples e escalável. Assim como a Microsoft, serviços como Google Cloud e Amazon Web Services (AWS) já permitem a implementação da tecnologia há tempos e têm estimulado sua adoção pelo mercado.

Além da nova integração, a Microsoft também abrirá o motor por trás de seu Azure Container Service (ACS) como um projeto open source no serviço GitHub, o que deverá ajudar a companhia a trabalhar com a comunidade de desenvolvedores de contêineres na implementação de orquestradores na arquitetura do Azure.

Apesar de ser um passo importante para o mercado no uso da tecnologia, integração do Kubernetes não é necessariamente uma surpresa vinda da companhia de Redmond: em julho, a Microsoft trouxe para dentro do Azure o ex-Google Brendan Burns, um dos engenheiros responsáveis por incubar o projeto Kubernetes dentro do Google e que hoje continua a colaborar ativamente com o código.

Fontes: Tech Crunch, Forbes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.