Disney faz parceria para usar a nuvem da Microsoft na produção de filmes

Por Nathan Vieira | 17 de Setembro de 2019 às 09h35

Na última sexta-feira (13), a Microsoft anunciou em seu blog oficial uma nova parceria com a Disney. O acordo envolve a utilização do Azure pelo Walt Disney StudioLAB, um espaço de trabalho de inovação em que o pessoal da Disney pode testar novas tecnologias. Além das duas grandes empresas, a Avid — voltada a softwares de produção de filmes — também faz parte dessa parceria, que está prevista para durar cinco anos.

Sendo assim, a ideia é basicamente testar novas maneiras de criar, produzir e distribuir conteúdo na nuvem. As empresas fornecerão soluções baseadas em nuvem para ajudar a acelerar a inovação no Walt Disney Studios tanto para os processos que envolvem produção quanto os que envolvem pós-produção.

Azure vai ser a plataforma usada pelo StudioLab, da Disney

"Não é de surpreender que o Walt Disney Studios, que tem sua herança baseada na paixão por inovação e tecnologia, esteja na vanguarda dessa transformação", disse Kate Johnson, presidente da Microsoft nos EUA, a respeito da tecnologia de nuvem.

“A combinação da capacidade de hiperescala do Azure, distribuição global e recursos de armazenamento e rede com o forte histórico de liderança da indústria da Disney abre novas oportunidades no espaço de mídia e entretenimento e possibilita novas maneiras de impulsionar o conteúdo e a criatividade em escala. Com o Azure atuando como a nuvem da plataforma para conteúdo, estamos entusiasmados em trabalhar com a equipe do StudioLAB para continuar a impulsionar a inovação no amplo portfólio de estúdios da Disney", acrescenta.

Por sua vez, Jamie Voris, diretor técnico do Walt Disney Studios, aponta: "Ao mover muitos de nossos fluxos de trabalho de produção e pós-produção para a nuvem, estamos otimistas de que podemos criar conteúdo de forma mais rápida e eficiente em todo o mundo. Por meio dessa parceria de inovação com a Microsoft, somos capazes de otimizar muitos de nossos processos para que nossos cineastas talentosos possam se concentrar no que fazem de melhor".

Fonte: Microsoft NewsTechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.