COVID-19 | Microsoft dá prioridade a serviços de emergência no acesso ao Azure

Por Felipe Ribeiro | 23 de Março de 2020 às 15h40
Microsoft
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft também está se movimentando para ajudar no combate ao novo coronavírus. O acesso aos serviços do Azure, a plataforma de cloud computing da gigante de Redmond, terá como prioridade os serviços de socorro e emergência caso a capacidade de armazenamento e atendimento chegue a níveis de preenchimento limítrofes.

Essa decisão chega logo após a empresa ter alguns problemas com o Microsoft Teams na semana passada, quando a demanda teve um aumento de quase 40% em meio às recomendações das empresas pelo regime de home-office durante a atual pandemia de coronavírus. A Microsoft está, agora, tentando evitar impactar os clientes existentes enquanto gerencia novas demandas.

"Estamos monitorando ativamente as tendências de desempenho e uso 24/7 para garantir que os serviços sejam otimizados e funcionem conforme o esperado. À medida que a demanda continua a crescer e, por ventura, enfrentamos restrições em qualquer região durante esse período, estabelecemos critérios claros para a prioridade da nova capacidade de nuvem. A prioridade será atender os socorristas, serviços de gerenciamento de saúde e emergência, uso organizacional da infraestrutura crítica do governo e garantir que os funcionários remotos permaneçam em funcionamento com a funcionalidade principal das equipes", explica a Microsoft, em uma publicação no blog do Azure.

A gigante ainda diz que está em parceria com governos de todo o mundo para garantir que os data centers locais tenham equipes e possam fornecer serviços na nuvem. E também diz estar preparada para oferecer a gratuidade das ferramentas de cloud para proporcionar o suporte aos clientes atuais.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.