Brasil é o antepenúltimo em ranking que avalia uso da computação na nuvem

Por Redação | 27 de Abril de 2016 às 07h20

A BSA | The Software Alliance acaba de anunciar os números de seu estudo quanto ao uso da computação em nuvem no mundo e o Brasil, apesar de ter progredido desde 2013, ainda ocupa uma posição desprivilegiada: está em 22º lugar na lista de 24 países que representam 80% do mercado de TI.

O estudo considerou políticas relacionadas à computação em nuvem de cada país com base no desempenho em sete áreas. Em 2013, o Brasil tinha obtido 44,1 pontos, subindo para 48,5 pontos em 2016. Uma das conclusões do estudo foi que todos os países, incluindo o nosso, realizaram melhorias em suas políticas de computação em nuvem desde o relatório anterior. No entanto, a lacuna entre eles aumentou, distanciando ainda mais os melhores dos piores.

“É promissor que o Brasil tenha aumentado sua pontuação. Entretanto, o fato do país ter políticas que dificultam a inovação através da computação em nuvem mostra que ainda há muito trabalho a ser feito”, afirma a presidente e CEO da BSA | The Software Alliance, Victoria Espinel. A executiva diz ainda que “países ao redor do mundo precisam reconhecer que suas políticas afetam o mercado global”. Segundo ela, “o relatório é um alerta para que todos os governos trabalhem em conjunto para garantir os benefícios da computação em nuvem em todo o mundo”.

Ainda segundo a pesquisa, o Brasil teria fraquezas do ponto de vista legislativo - uma das razões principais que fazem o país permanecer nas últimas posições da lista. Não há uma legislação apropriada para assegurar a privacidade de dados, por exemplo, e também existem lacunas na área de proteção á propriedade intelectual. Além disso, os processos judiciais correm muito lentamente, prejudicando os detentores de direitos autorais. As áreas que foram responsáveis pelo aumento de pontos do Brasil foram a segurança, infraestrutura e liberdade na internet.

Confira o ranking na íntegra:

  1. Japão
  2. Estados Unidos
  3. Alemanha
  4. Canadá
  5. França
  6. Austrália
  7. Singapura
  8. Itália
  9. Reino Unido
  10. Polônia
  11. Espanha
  12. Coréia
  13. Malásia
  14. África do Sul
  15. México
  16. Argentina
  17. Rússia
  18. Índia
  19. Turquia
  20. Indonésia
  21. Tailândia
  22. Brasil
  23. China
  24. Vietnã
Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.