VMware apresenta alta de 18% em relação ao terceiro trimestre do ano passado

Por Redação | 27.10.2014 às 17:49

A empresa VMware, destaque global em virtualização e infraestrutura em nuvem, apresentou nesta segunda-feira (27) os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2014. O destaque fica por conta do crescimento de 18% em relação ao mesmo período do ano passado, o que gera faturamento de US$ 1,5 bilhão a mais.

“A nossa receita no terceiro trimestre cresceu 18%, refletindo a forte adoção dos consumidores dos nossos produtos e serviços”, diz Jonathan Chadwick, chefe do escritório financeiro da VMware.

A margem operacional para o terceiro trimestre foi de US$ 242 milhões, uma queda de 16% ante ao terceiro trimestre de 2013, em reflexo ao impacto da aquisição da AirWatch, empresa do setor de soluções empresariais. O lucro líquido para o período foi de US$ 194 milhões, queda de 26% por ação diluída, em comparação com os US$ 261 milhões do ano passado.

“Em todas as regiões do mundo, os clientes estão fazendo uma aposta de longo prazo na VMware para que nós os auxiliemos a transformar as suas empresas e a adotar um novo modelo para a Tecnologia da Informação,” disse Pat Gelsinger, presidente da VMware. “Os clientes estão procurando a VMware para ter opções de tecnologia que os liberam das restrições de hardware e que ofereçam um novo modelo de segurança, otimizado para um mundo de milhões de aplicações”.

Entre as soluções mais recentes, a VMware lançou a vRealize Suite 6, plataforma de gerenciamento de nuvem construída especificamente para fazer o gerenciamento da nuvem híbrida. A empresa também anunciou uma iniciativa conjunta com a plataforma para desenvolvedores Docker, o Google e a desenvolvedora de software Pivotal para auxiliar as empresas a rodar e gerenciar as suas aplicações baseadas em conteineres em uma plataforma comum.

“Estamos especialmente felizes com o desempenho das nossas novas unidades de negócio como mobilidade, rede, armazenamento e nuvem híbrida, que tiveram progresso significativo em relação à nossa estratégia de longo prazo”, complementa Chadwick.