SAP caminha para conquistar mercado de nuvem da América Latina

Por Redação | 27 de Outubro de 2014 às 09h36

A SAP assinou recentemente um acordo global com a IBM para implementar a solução SAP HANA Enterprise Cloud (HEC) no ambiente de nuvem da gigante tecnológica, compondo, assim, mais de 40 datacenters no mundo, incluindo alguns existentes na América Latina.

Esta parceria leva os serviços de nuvem da SAP a terem a maior cobertura do mercado com níveis de qualidade de serviço superiores e uma redução do tempo necessário para implementação das soluções dos clientes na nuvem. Os clientes brasileiros podem ter acesso ao centro de dados da IBM em Hortolândia, localizada no interior paulista.

A empresa também trabalha na combinação dos recursos de computação em memória da plataforma SAP HANA e da capacidade de execução de aplicações de negócio de missão crítica em ambientes de nuvem, como a família SAP Business Suite. Com este trabalho, a SAP consegue focar nas operações em tempo real de seus clientes. Hoje em dia, 10% dos clientes globais que utilizam o SAP HEC estão localizados na América Latina, especialmente nos segmentos de varejo, serviços financeiros, manufatura e de óleo e gás.

“A SAP Brasil está posicionada como a principal fornecedora de aplicações em nuvem e focada em simplificar a gestão do negócio das empresas por meio de aplicações que facilitam os processos de negócios de seus clientes, permitindo que sejam empresas mais eficientes, produtivas e inovadoras”, declarou a presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka.

Palmaka destaca que o centro de dados da IBM está a disposição de todos os clientes da SAP que utilizam aplicações na plataforma de processamento de dados em tempo real e em ambiente de nuvem. Segundo ela, "isso representa um grande passo para aumentar a oferta desse tipo de solução no Brasil".

O recém-nomeado vice-presidente de soluções de inovação da SAP para a América Latina, Desmond Mullarkey, declara que "as empresas da América Latina veem a nuvem como solução para a alta complexidade adquirida historicamente quando se trata de incorporação de novas tecnologias". Para ele, as soluções apresentadas pelo SAP HANA é "algo inovador" para os 27 mil clientes que a empresa possui na região.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Frost & Sullivan, a América Latina se encontra na segunda onda da nuvem. Isso significa que as empresas já entenderam como funciona o conceito e agora estão decidindo sobre investimentos e querendo saber como utilizar as soluções existentes no mercado. As pequenas e médias empresas têm acelerado essa adoção, levando a Frost & Sullivan a acreditar que em médio prazo essas empresas representarão 45% do faturamento da nuvem. Por conta deste cenário, a SAP está constantemente procurando aumentar o seu portfólio de soluções os clientes.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.