Oracle anuncia expansão da sua plataforma em nuvem

Por Redação | 30 de Setembro de 2014 às 09h03

A Oracle anunciou nesta segunda-feira (29), durante a conferência OpenWorld, em São Francisco (EUA), novos serviços para o mercado de plataforma-como-serviço (ou PaaS, "platform-as-a-service"). A companhia quer diferenciar seus produtos em nuvem de outros semelhantes, como o Windows Azure e o Salesforce 1 da Salesforce.com.

De acordo com a PC World, foram exibidos seis novas plataformas de serviço:

  • Big Data Cloud, armazenamento de conteúdo massivo em nuvem com incorporação do software de processamento Hadoop;
  • Infraestrura de back-end para aplicações móveis;
  • Integração de serviços para combinar aplicações nativas e em nuvem;
  • Processamento de gerenciamento de negócios;
  • Nuvem de Node.js para implantação de aplicativos JavaScript em serviço de computação da Oracle;
  • Serviço para execução de aplicações escritas em Java SE 7 e 8.

A companhia, que anunciou seus primeiros produtos de PasS em 2011, também comunicou nesta segunda mais elementos para sua plataforma, com arquivo para nuvem, aplicações de servidores, desenvolvimento de ambiente e serviços de mensagem.

O lançamento desses serviços confirma a intenção da Oracle de se tornar uma alternativa completa para todos os consumidores que precisem de serviços em nuvem, seja para fins de software-como-serviço (ou SaaS, "software-as-service"), PaaS e infraestrutura-como-serviço (ou IaaS, "infrastructure-as-service").

A Oracle vem procurando parceiros e já lançou uma comunidade online para tratar sobre programas ou oportunidades. A companhia não quer bater de frente com empresas vindas direto do mercado de nuvem, como a Salesforce.com, e por isso vem buscando um novo modelo de negócios.

Ao que tudo indica, esse modelo precisa de uma alteração na cultura de consumo dos produtos em nuvem. A companhia busca vendas ligadas à venda nativa de softwares, com licença perpétua e possibilidade de pagamento para manutenção anual, visando lucros vindos de atualização e suporte.

A Oracle ainda não anunciou os preços dessas novidades, contudo a expectativa é de que a IaaS esteja em faixas competitivas aos da Amazon Web Services. Também não foi dito quando elas estarão disponíveis.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.