[Infográfico] A evolução do data center para a nuvem

Por Redação | 11 de Julho de 2013 às 14h19

A computação na nuvem mudou completamente a capacidade de transferência e armazenamento de dados. Uma evolução que passou pelos extintos disquetes de plástico com capacidade de 1,44 MB e atravessou o "gigantesco" 1GB de armazenamento oferecido pelo e-mail do Google, para, então, ganhar possibilidades que se tornaram praticamente infinitas com os serviços de armazenamento na nuvem.

A velocidade na transmissão, a compressão segura de arquivos e a encriptação permitem que o usuário tenha mais segurança armazenando seus dados em uma nuvem virtual do que carregando um HD externo. Para ilustrar alguns fatores que tornam o armazenamento na nuvem uma das principais tendências no universo de processamento e transporte de dados, a Ciena – especialista em redes – criou um infográfico muito interessante.

Volume de dados

De acordo com os dados divulgados pela empresa, o volume total de informações armazenadas atualmente por todas as companhias ao redor do mundo é de 2,2 zettabytes – um zettabyte equivale a 1 bilhão de terabytes. Para lidar com esse volume de informações, existem cerca de 7,5 milhões de data centers espalhados ao redor do mundo, sendo que 165 mil possuem mais de 300 m².

Porém, essa alta demanda por armazenamento de conteúdo e arquivos digitais tem um custo. O investimento total em infraestrutura de TI para data center deve crescer em média 5% por ano, até atingir a marca de US$ 152 bilhões em 2016. Em 2008, somente 12% das cargas de trabalho de data centers eram virtualizadas, mas até 2014 estima-se 60% de virtualização dessas demandas.

Ganhar agilidade e reduzir custos

A Ciena indica que as empresas mudem alguns de seus servidores virtuais para a nuvem e virtualizem seus recursos de data center, a fim de ganhar mais agilidade. Além disso, ela também acredita que prestar serviços em nuvens profissionais que possam crescer com flexibilidade resulta na diminuição dos custos das empresas em comparação aos data centers isolados de hoje. As despesas com TI podem ser reduzidas em até 35% com a mudança de data centers para ambientes virtuais. Já os custos de rede e de acesso à nuvem podem ser reduzidos em até 40% para as empresas que virtualizarem seus recursos de data center.

Infografico Ciena
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.