EMC World 2014: empresa anuncia nova solução de nuvem híbrida

Por Igor Lopes | 05.05.2014 às 21:39 - atualizado em 06.05.2014 às 13:43

* Em Las Vegas, EUA

A EMC, empresa que vem dominando o mercado de storage nos últimos anos, anunciou hoje (05), durante a EMC World 2014, uma nova solução de armazenamento híbrido em nuvem que permitirá às organizações construir um ambiente que traz o melhor dos serviços privados e também dos serviços públicos. Em resumo, será possível obter o controle e a segurança de uma nuvem privada, mas também a rapidez e agilidade dos serviços públicos, além de oferecer serviços on-demand e ser compatível com qualquer outro ambiente construído com as tecnologias da EMC.

Para desenvolver a ECS (Elastic Cloud Storage - antes apresentada como "Project Nile"), a empresa teve como base as principais tendências do mercado atual (cloud, mobile, social e Big Data, a chamada "Terceira Plataforma de TI") e assim, permitir que as empresas aproveitem as novas oportunidades surgidas com o mundo conectado. "A indústria está passando pela maior transformação de TI da história. São milhões de devices, bilhões de usuários e milhões de aplicações. Toda e qualquer indústria ou organização está sujeita a mudanças nesse novo cenário. A prioridade para os nossos clientes, hoje, é tirar vantagem dessas novas forças e maximizar os investimentos para suportar essa grande carga de requisições. O modelo de nuvem híbrida permite executar aplicações de forma fácil e econômica dentro ou fora de seus data centers", explica David Goulden, CEO da EMC.

joe tucci

Joe Tucci, CEO e presidente da EMC Corporation, faz keynote de abertura da EMC World em Las Vegas (Foto: Igor Lopes/Canaltech)

Os departamentos de TI estão sob pressão constante para serem mais ágeis, maximizarem a eficiência e, ainda assim, diminuir custos – tudo isso enquanto lidam com as necessidades de crescimento resultantes da nuvem, mobilidade, social e Big Data. Os apps atuais estão possibilitando novas interações entre empresas e clientes e, como consequência, gerando mais dados. Para ajudar nessa equação, a EMC vai disponibilizar um portal "self-service" com um catálogo de serviços que serão cobrados pelo uso. Além disso, desenvolvedores terão acesso on-demand a vários ambientes de desenvolvimento modernos, como Java, Ruby, Node.js e Scala, bem como uma grande variedade de databases SQL e NoSQL. Para completar, o profissional de TI vai poder contar com um gerenciamento mais eficiente.

Segundo a EMC, a nova aplicação oferece um TCO 9 28% menor que as nuvens públicas da Amazon e do Google. A empresa também aposta no fator modular da solução como uma vantagem competitiva – ela tem capacidade de até 2,9 petabytes em um único rack – e pode ser clusterizada para atender às necessidades da terceira plataforma de TI.

Construindo um ambiente híbrido em nuvem em 48 horas

Durante a EMC World, engenheiros da empresa vão construir uma nuvem híbrida em dois dias, baseada nas novas tecnologias incluindo infrastructure-as-a-service (IaaS), PaaS, Backup-as-a-Service (BaaS), Disaster Recovery-as-a-Service (DRaaS), monitoramento automatizado e medição de transparência e de utilização, bem como disponibilidade contínua. Neste ambiente, também serão demonstradas missões críticas para aplicações da Microsoft, Oracle e SAP. É possível acompanhar a construção do ambiente híbrido ao vivo e também assistir algumas keynotes do evento'. Aproveite!

* O jornalista viajou para Las Vegas a convite da EMC.