Canais orientados na nuvem crescem 2,4 vezes mais do que os tradicionais

Por Redação | 15.07.2013 às 08:00

Um novo estudo da IDC, patrocinado pela Microsoft, revela que canais baseados na computação na nuvem crescem 2,4 vezes mais do que os canais de revendas tradicionais e que 50% de toda sua receita é proveniente da nuvem. Essas mesmas empresas conquistam o dobro de novos clientes e geram até 30% a mais de receita por funcionário em comparação aos parceiros não-orientados na nuvem. As informações são do CRN Brasil.

Luis Banhara, diretor de negócios para o mercado corporativo da Microsoft no Brasil, afirma que o "negócio é cloud, cloud, cloud" e ainda revela que o setor vive um momento de revisão tecnológica, fazendo com que o foco principal seja na mudança do modelo de negócios e que os parceiros reestruturem suas companhias para criar uma operação com base em receitas recorrentes.

"Cloud, sozinha, não causa esses números impressionantes [vistos na pesquisa]", afirmou a IDC na divulgação dos resultados do estudo. "Mas, é parte fundamental desse resultado que verificamos". O levantamento também trouxe alguns dados interessantes sobre as preferências de quem compra soluções na nuvem, ressaltando que o fornecedor deve ter atenção ao direcionar seu discurso de venda.

A pesquisa da IDC mostra que 63% dos clientes esperam que apenas um provedor na nuvem atenda a todas as suas necessidades; 67% desejam comprar várias soluções na nuvem através de um único revendedor; e 74% esperam conseguir voltar para um modelo on-promises, caso necessário.