Tinder quer que o aplicativo deixe de ser apenas uma "máquina de swipes"

Por Redação | 09 de Novembro de 2017 às 14h03
photo_camera Wired
Tudo sobre

Tinder

O Tinder está planejando uma grande mudança na forma com a qual os usuários do app buscam pelos seus matches. Greg Blatt, CEO da Match, empresa responsável pelo Tinder, anunciou que o próximo objetivo da plataforma é aproximar as interações digitais com as reais.

O CEO conta que investirá em novas formas de geolocalização e em interações pós-match, envolvendo os possíveis casais em conteúdos ricos e dinâmicos, considerando mais o mundo real e físico.

Ele afirma ainda que, atualmente, o Tinder se tornou uma "máquina de swipes". Swipe é o termo usado no comando gestual usado para escolher os matches, ou seja, o ato de deslizar a foto para a esquerda ou direita.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A declaração foi feita depois da divulgação dos resultados financeiros da Match, responsável também pelas plataformas OkCupid e PlentyFish. O terceiro trimestre desse ano apresentou uma receita de US$ 343 milhões, significando um aumento de 19% em comparação ao mesmo período de 2016.

Blatt afirma que o aumento se deve aos efeitos do Tinder Gold e Tinder Plus, versões pagas do aplicativo que oferecem mais recursos ao usuário, principalmente relacionados à geolocalização.

Ainda não há informações sobre quando o novo conceito será aplicado ao aplicativo.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.