Quênia faz streaming de cirurgias de vasectomia para incentivar esterilização

Por Redação | 19 de Novembro de 2016 às 00h50

O governo do Quênia está tomando decisões bem drásticas para conscientizar a população do país quanto à alta taxa de natalidade e à baixa expectativa de vida por lá. Cirurgias de vasectomia (esterilização masculina) passaram a ser transmitidas na íntegra pelo Facebook, ao vivo, em uma manobra inesperada para popularizar o serviço.

Várias operações já foram realizadas por médicos no palco do Teatro Nacional, em Nairobi. Por trás das cortinas, eles iniciaram o procedimento, que foi transmitido ao vivo, em uma tentativa de derrubar estereótipos acerca da masculinidade. Cerca de 150 homens foram registrados e chamados para participar da rodada de cirurgias. Cada procedimento dura cerca de 20 minutos.

A ideia é criar uma atmosfera acolhedora e festiva para que os quenianos topem assistir ao "show" e percam o medo da cirurgia, já que muitos ainda acreditam no mito de que vasectomia faz perder a potência sexual ou "transforma homens em mulheres".

As intervenções são realizadas pela International World Vasectomy Day, uma organização que oferece o recurso a fim de auxiliar no controle de natalidade e de quebrar certos paradigmas e tabus envolvidos no processo e no pós-operatório. Depois de cada live, é aberta uma sessão de perguntas e respostas para que os homens tirem suas dúvidas e façam planos familiares sem sacrifício.

Via Mashable