Ex-funcionário de Harvard é acusado de desviar US$ 80 mil para comprar gadgets

Por Redação | 27 de Setembro de 2015 às 15h05

Um ex-funcionário da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, foi demitido depois de usar o cartão de crédito do seu empregador para acumular mais de US$ 80 mil em compras, incluindo iPads e Legos.

Shawn Bunn, de 44 anos, trabalhava como gerente de laboratório de informática na instituição e foi preso na última quarta-feira (23). De acordo com as autoridades, os policiais invadiram sua casa, localizada nos arredores de Boston, e descobriram Legos, televisões, iPads e diversos outros itens comprados com o cartão da universidade. Os funcionários de Harvard descobriram os roubos depois de reverem as finanças.

Bunn trabalhou no local por 17 anos e recebeu o cartão de crédito para fazer compras necessárias para o laboratório de informática. Ele precisava apresentar recibos por escrito comprovando a compra de qualquer item de valor superior a US$ 75, mas por quatro anos emitia recibos falsos, até ser descoberto.

O ex-funcionário foi acusado de apropriação indébita, falsa entrada em livros societários e uso de documentos falsos, e deve retornar ao tribunal no próximo mês.

Fonte: Mashable

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.