Estudantes paulistas agora podem usar celulares e tablets em sala de aula

Por Redação | 07 de Novembro de 2017 às 16h07
público

Aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo desde 11 de outubro, foi sancionado e publicado no Diário Oficial ontem (6), o Projeto de Lei número 860/2016, de autoria de Geraldo Alckmin, que altera a proibição do uso de aparelhos celulares nos estabelecimentos de ensino do Estado de São Paulo.

A partir de agora, é permitido às crianças e adolescentes matriculados nas escolas estaduais no Ensino Fundamental, no Ensino Médio e no Ensino Técnico que usem smartphones e tablets em sala de aula, desde que as atividades online sejam guiadas e monitoradas pelos educadores responsáveis.

A nova legislação vem com uma promessa: até outubro de 2018, todas as escolas estaduais deverão ser equipadas com sistema wi-fi de conexão de banda larga, numa parceria da Intragov com a Telefônica.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O projeto, embora seja de autoria de Alckmin, foi um pedido do Secretário da Educação do Estado de São Paulo, José Renato Nalini. 

 “O ensino prelecional está sendo questionado em todos os ambientes. Se quisermos manter o aluno interessado em aprender, temos de usar a linguagem dele. A linguagem de seu tempo”, declarou à imprensa o secretário Nalini.

Fonte: Secretaria da Educação de São Paulo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.