Bebê perde olho direito após acidente com drone

Por Redação | 01.12.2015 às 12:58

Um dos primeiros acidentes graves com drones registrados na Inglaterra teve como vítima o pequeno Oscar Webb, de apenas um ano e meio de idade. O bebê foi atingido no rosto depois que uma aeronave pilotada por um amigo da família perdeu o controle e acabou o atingindo no rosto, resultando na perda completa de seu olho direito.

O caso foi descrito pela mãe, Amy Roberts, como a “pior coisa que já viu na vida”. O globo ocular do pequeno Oscar foi partido ao meio pelas hélices do drone, que o atingiram diretamente depois que o aparelho bateu em uma árvore durante a aterrissagem. O bebê perdeu um olho, mas o outro não foi atingido pelo acidente e está intacto.

O caso aconteceu no final de setembro e levantou, mais uma vez, as discussões sobre a segurança das aeronaves não-tripuladas. Na Inglaterra, por esse motivo, já é proibido utilizar drones sobre áreas com grande densidade de pessoas, como ruas, avenidas ou eventos, além de aeroportos e bases aéreas, devido ao risco de colisão com aviões.

Oscar Webb

Para a oftalmologista Faye Mellington, que cuidou de Oscar no momento em que ele chegou ao hospital, é impossível evitar que tais acidentes voltem a acontecer, principalmente devido à popularidade cada vez maior dos drones. Apesar disso, ela disse nunca ter visto nada igual e afirma ter sido possível verificar assim que o bebê chegou ao hospital que ele perderia completamente a visão do olho direito. Apesar da gravidade do acidente, não houve danos à face.

O bebê ainda deve passar por uma série de cirurgias antes que possa ter um olho postiço colocado na órbita. O responsável pelo acidente, Simon Evans, disse ter sido perdoado pela família de Oscar, mas que, desde o incidente, não chegou nem perto de um drone novamente.

Fonte: BBC