Ato de checar constantemente celular pode causar infelicidade em relacionamentos

Por Redação | 09 de Setembro de 2015 às 08h12

Pesquisadores de negócios da Universidade Baylor, nos Estados Unidos, publicaram recentemente na Computers in Human Behavior um estudo onde foram realizadas uma série de pesquisas para determinar se esnobar os parceiros em favor do celular era uma prática real. A prática conhecida como phubbing se popularizou na Austrália e no Reino Unido há alguns anos. O nome consiste na combinação das palavras "phoning" (telefonando) e "snubbing" (esnobando).

Os autores da pesquisa, James Roberts e Meredith David, entrevistaram 150 homens e mulheres do Mechanical Turk da Amazon. Diversas questões foram avaliadas em uma escala de 1 (para nunca) a 5 (para sempre). Veja abaixo as questões abordadas:

  • Meu parceiro deixa o celular em um local que ele possa ver quando estamos juntos.
  • Meu parceiro olha o celular quando estamos juntos.
  • Se existe um intervalo durante as nossas conversas, meu parceiro irá checar o celular.
  • Meu parceiro utiliza o celular quando estamos juntos.
  • Durante horas de lazer que temos juntos, meu parceiro usa o celular.
  • Meu parceiro mantém o celular dele nas mãos quando está comigo.
  • Durante uma refeição que faço com meu parceiro, ele sempre pega e checa o celular.
  • Quando o celular do meu parceiro toca, ele o pega mesmo se estivermos no meio de uma conversa.
  • Meu parceiro não utiliza o celular enquanto conversamos.

Outros testes também foram realizados com os participantes da pesquisa para que os estudiosos pudessem determinar o estilo de relacionamento e níveis gerais de felicidade. Roberts e David puderam descobrir que as pessoas com relacionamentos com ligações de "ansiedade", que tem medo de serem ignoradas ou abandonadas, reagem de maneira consideravelmente mais agressivas quando o parceiro utiliza o celular. Eles também verificaram que há uma forte correlação entre os conflitos sobre dispositivos móveis e phubbing.

A pesquisa também relata que as pessoas que checam constantemente seus aparelhos tendem a ter mais conflitos, o que gera um relacionamento infeliz. A conclusão do estudo mostra que a prática de checar o celular enquanto se está com o parceiro tem um efeito indireto, mas suficientemente mensurável, na felicidade. O ato pode se tornar mais comum a medida que o relacionamento evolui da fase de lua de mel para o dia-a-dia.

Roberts e David admitem ser possível que pessoas que já estão infelizes em seus relacionamentos façam mais uso da prática de checar constantemente seus celulares. Ambos chegaram à conclusão que o casamento pode estar sob ataque da prática de checar os dispositivos móveis.

Via ScienceDirect

Fonte: http://gizmodo.uol.com.br/checar-o-celular-constantemente-pode-destruir-o-seu-relacionamento/http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0747563215300704

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.