Uma em cada três pessoas acha normal atender o celular durante o sexo. E você?

Por Redação | 25.09.2012 às 10:25

A empresa de telefonia móvel Vodafone realizou uma pesquisa com 2 mil adultos britânicos para saber como as pessoas se comportam com os seus smartphones em algumas situações mais íntimas. Eles descobriram que um em cada três proprietários de telefones móveis acham aceitável atender o telefone durante o sexo.

Além desses 33% de pessoas que atenderiam numa boa o celular durante esses momentos, 51% dos entrevistados disseram que não há problema em fazer isso quando está casado.

Já 54% das pessoas disseram que é aceitável atender alguma chamada durante um jantar em algum restaurante, enquanto 57% disseram que atendem suas ligações quando vão ao banheiro. Pouco higiênico, não?

Essa mesma pesquisa também apontou que os proprietários de celulares possuem entre um e 50 números na sua agenda, mas na verdade eles só falam com cerca de cinco a 10 desses contatos regularmente. Cerca de 80% dos entrevistados confessaram que possuem números anotados em seu telefone que nunca ligaram, e provavelmente nunca o farão.

Casal

Um outro estudo, realizado pela VeriFone, pegou carona nesses dados levantados pela Vodafone e divulgou que 40% das pessoas acreditam que falar ao telefone é uma atividade que está diminuindo muito. Eles também disseram que gastamos, em média, uns míseros 11 minutos por dia em chamadas telefônicas.

A pesquisa também descobriu que 28% das pessoas estão fazendo menos chamadas e falando menos em seus celulares. Quando perguntados por que os padrões de conversação estão diminuindo, 20% dos entrevistados culparam as mídias sociais.

Então isso significa que é apenas uma questão de tempo até que as pessoas comecem a ignorar as ligações durante o sexo e passem a verificar suas mensagens de texto no lugar?