Pesquisa revela como ocorre a infidelidade usando novas tecnologias

Por Redação | 23.09.2014 às 12:56 - atualizado em 23.09.2014 às 14:37

Uma pesquisa realizada com 11.050 usuários da Victoria Milan, rede de relacionamento voltada para pessoas comprometidas que desejam encontrar um caso extraconjugal, mostrou um cenário surpreendente da infidelidade nos dias atuais. Segundo os resultados, os adultérios estão ficando mais arrojados e com os adúlteros com menos medo de serem pegos, mesmo assumindo mais riscos.

A pesquisa mostrou que 89% dos adúlteros utilizam os dispositivos móveis para contatarem seus amantes e apenas 12% deles têm medo de serem apanhados pelos parceiros. 75% afirmam que sentem algum medo de serem descobertos, enquanto 13% revelam que não possuem nenhum receio em serem pegos.

Aqueles que afirmaram possuir menos medo de serem apanhados são também os que encaminham mensagens de texto com conteúdo sexual aos amantes mesmo quando estão em casa com o parceiro, no caso de 23%, ou mesmo no mesmo cômodo, como acontece com 64% dos participantes. Apenas 13% dos entrevistados afirmaram que não mandam mensagens aos amantes quando estão próximos do cônjuge.

Para o CEO e fundador da Victoria Milan, Sigurd Vedal, os dispositivos móveis elevaram as relações extraconjugais para um novo patamar. No entanto, ele defende que muitos dos casos iniciados no meio virtual não chegam a ocorrer fora dele, mas continuam por outros meios virtuais. “Transportar esta realidade dos computadores fixos para os dispositivos móveis significa que os nossos utilizadores podem enviar mensagens sexuais a partir do escritório, carro, ou conforme já revelamos, nas proximidades do cônjuge, mantendo secreto o seu caso extramarital em todo o processo”, afirma ele.