Ministro afirma que TSE irá investigar selfies nas urnas, mas sem precipitação

Por Redação | 06 de Outubro de 2014 às 11h29

Neste domingo (05) os brasileiros foram às urnas votar para escolher representantes em nível federal e estadual. Contudo, muitos cometeram crime eleitoral ao tirar as famosas selfies dentro da cabine de votação.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, se manifestou sobre esses casos e afirmou que eles serão julgados sem precipitação da Justiça Eleitoral. As informações são do site Exame.

Dezenas de internautas postaram nas redes sociais suas fotos votando ou apenas na cabina. Tirar fotos ao lado da urna eletrônica é considerado crime eleitoral, pois quebra o sigilo do voto.

Em uma entrevista coletiva, o ministro informou que a orientação da Justiça Eleitoral é que o eleitor fosse proibido de usar o celular na zona eleitoral com o objetivo de resguardar o sigilo do voto. Toffoli, no entanto, afirmou que esses casos devem ser investigados.

Ele ainda disse que, sem uma investigação, não é possível saber se a selfie é desta eleição ou de outra, ou se a urna é verdadeira ou não. “Não podemos prejulgar nada. Vamos julgar isso no devido tempo, com a devida calma, sem precipitações”, defendeu ele.

selfie urna

“O que mais preocupa não é a vaidade, é aquela situação em que a pessoa é coagida a levar um elemento de prova a quem a coagiu para mostrar que ela votou. Por isso a Justiça não deixa levar máquina fotográfica (...). A 'selfie' é mais vaidade, mas analisaremos e aprimoraremos as maneiras de fazer esse controle”, afirmou o ministro.

Segundo a Lei das Eleições, na cabine eleitoral, “é proibido ao eleitor portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto”, sendo que os eletrônicos podem ficar na mesa receptora enquanto o eleitor vota.

Além dos eleitores que usaram as próprias redes sociais para divulgar as fotos votando, onde mostravam os números e as fotos do candidato, até mesmo um vídeo foi produzido durante o momento da votação. Muitas dessas fotos foram reunidas no Tumblr #selfienaurna.

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/selfies-em-votacao-serao-julgados-sem-pressa-diz-tse/

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.